O “Lado B” do Corpus Christi Matão

Corpus Christi Matão

Eu poderia aqui dissertar e  postar as belas fotos artísticas dos voluntários anônimos matonenses que viraram a noite confeccionando os tradicionais e belos tapetes nesta 68ª edição, mas tenho certeza que as pessoas já fizeram este trabalho nos portais de notícia, jornais e rede sociais. Vamos falar sobre os detalhes que passam despercebidos, vamos adentrar ao “Lado B” do Corpus Christi matonense.

Começando pelas primeiras horas do feriado de Corpus Christi, onde tudo ainda está morno e normalmente frio, com aquele orvalho sobre os carros e neblina típica do outono/inverno. Normalmente o shopping itinerante, famoso Camelódromo, fica aberto pela madrugada fervendo com as “novidades do mercado”, este ano exclusivamente notei que muitas estavam fechadas, diferentemente dos demais anos, onde a partir da meia noite era dada a largada pelo produto mais barato ou a melhor pexinxa. Ainda sim da 00:00 até as 07:00 da manhã ainda é o melhor horário para realizar ótimas compras sem empurra empurra e tendo o poder da escolha, sem contar que é gratificante passar pelo centro da cidade, onde a mágica está acontecendo e as pessoas confeccionando os belos tapetes, você conhece pessoas deveras especiais e ainda ganha como admiração presenciar o verdadeiro trabalho da galera pela manhã, onde o blogueiro por 6 anos pôde contribuir também (Hora de voltar a pôr a mão na massa para o próximo ano).

Eu, meu amor e meus melhores amigos curtindo o "lado b"!

Eu, meu amor e meus melhores amigos curtindo o “lado b”!

As casas que se dão ao trabalho de realizar algum tipo de aparato artístico vale a pena destacar, a boa intenção do matonense pode ser traduzida em sua própria residência celebrando o corpo de cristo.

Residência de fiéis trabalhada para homenagear!

Residência de fiéis trabalhada para homenagear!

No momento de fervo, por volta as 10 da manhã em diante é onde que você depara-se com momentos marcantes, com artistas brilhantes de rua, que é impossível não contribuir com uma doação devido suas criatividades e dedicação a religião, produtos artesanais que dificilmente você verá pelas redondezas no próximo ano, como o disco de vinil reaproveitado como relógio, artesanatos dos mais variados como guardanapos bordados, tábuas de madeira, desenhistas que fazem sua caricatura… resumindo, é a forma mais natural e puritana de arte, logo ali, podendo ser palpável, algo que não temos acesso constantemente.

Lembrança do "Lado B"

Lembrança do “Lado B”, não podia ser diferente né? Mr. Axl Rose!

Após conferir os tapetes e interagir com os muitos artistas de rua que por aqui chegaram, estávamos logicamente com fome, pessoas normais voltariam para casa almoçar ou iriam a algo mais tradicional da cidade, o que fizemos? Partimos para o camelódromo e lá fizemos a famosa “tour” da comilança sem medo de passar mal. Aí que está o ponto, só passa mal quem evita a própria vontade. Desde os lanches de pernil com muuuito bacon, o pão com costela que havia visto pela madrugada, mas como estava fechado, acabei indo neste horário e até aquela deliciosa comida baiana, com um acarajé que só vale a pena pedir “quente”, porque a pimenta usada é uma delícia (Adoro pimentas). Esse ano tinha o famoso chopp a preço de banana, nos aventuramos também, R$1,00 por cada 100 ml, duvido que no Pinguim ou qualquer lugar você paga perto disso, isso cara é muito lindo.

Corpus Christi Matão

Sanduíche de Costela no Bafo!

2

Acarajé daquele jeito! Hummm…

4

Esse aqui é o diferencial pernil de porco, catupiry, mussarela – Delicia, e ainda estou vivo!

Todo ano compro as famosas bugigangas, a bola da vez foi o extrator manual do suco da fruta (Já comprei aquele famoso coçador de cabeça, que até hoje funciona), você enfia o bagulho na laranja por exemplo e bebe o suco, sem o bagaço ou sementes, para preguiçosos como eu que não descasca laranjas é uma maravilha.

Valeu a pena!

Valeu a pena!

A capoeira rolando ali na escadaria também é muito interessante além da galera da bateria que faz uma apresentação de louco. Aliás toda essa correria e loucura, é sublime, vale a pena. Tanto pelo centro da cidade, tendo que esperar a “galera da selfie” tirar as fotos dos tapetes olhando para a câmera (Duvido que vão se lembrar deste momento, de costas para os tapetes), a multidão, comidas diferentes e muitas vezes duvidosas, tudo isso quando passa torna-se nostálgico, a vontade que pelo menos uma vez por mês essa loucura acontecesse.

No final, vale a pena voltarmos para o centro da cidade, onde independente de religião, a cerimônia de procissão é linda, enche os olhos dos fiéis e daqueles que por lá estão prestigiando. O que dói é ver trabalhos artísticos tão lindos traduzidos pelas ruas serem atravessados e diluídos com cada passada. De qualquer forma isso talvez seja a catarse da teoria da evolução, onde tudo se transforma, pois a cada edição os desenhos ficam ainda mais bonitos.

E como chegamos a 68 anos desta tradição, cada ano que passa fica melhor, e já provamos isso, pois até com chuva nos superamos imagine, é a melhor comemoração de Corpus Christi do Brasil. Você vendo o que a maioria vê, o “Lado A” ou partindo para aquele lado alternativo, o famoso “Lado B”, vale a pena de qualquer forma, espero que você turista que veio, tenha gostado e volte sempre!

Encerramento!

Encerramento!

Anúncios

3 comentários sobre “O “Lado B” do Corpus Christi Matão

  1. Pingback: 35ª Festa do Quitute em Jaboticabal | Rezenhando

  2. Pingback: Rogerio Skylab, um transeunte dos genêros musicais | Rezenhando

  3. Pingback: Festa da Aparecidinha de Monte Alto, uma festividade que deveria ser nacionalmente conhecida | Rezenhando

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s