A trilogia do Guns N’ Roses

trilogia guns n roses

Faltando menos de 1 MÊS, precisamente 15 DIAS, para depois de 25 anos poder desfrutar e pirar diante Axl Rose, Slash, Duff e Dizzy juntos novamente, e com a cereja do bolo de Richard Fortus (Um Izzy com mais pegada e raça), Ed Motta nas baquetas e a gata Melissa Reese nos sintetizadores, venho aqui mostrar que entre os clipes mais bem produzidos e assistidos do Guns, há uma ligação entre eles formando uma trilogia. Se ficou curioso sobre do que se trata e o significado de cada clipe envolvido nesta trilogia,  continue lendo.

No inicio dos anos 90 o Guns N’ Roses era a maior banda do planeta e por uma triste coincidência a última banda mainstream do mundo (Ou seja a última com uma super turnê e comoção mundial, depois do Guns não houve mais nada parecido, o rock foi morrendo com a separação da banda a partir de 1993, hoje ainda respira por aparelhos), e três videoclipes levaram os jovens fanáticos pela banda naquela época a quase irem a loucura tentando entender o que o Guns pretendia passar com aqueles vídeos minimalisticamente interligados, e qual era a historia por trás daquela dramática trilogia.

O que sei e que li até hoje é que as letras das canções que compõem a famosa trilogia foram inspiradas no conto ‘Without You’ de Del James, este que por sua vez era amigo do vocalista da banda Axl Rose e escreveu o conto inspirado nos relacionamentos do músico.

RESUMO DO CONTO ‘WITHOUT YOU’

A Personagem Elizabeth foi inspirada na modelo Stephanie Seymor (que inclusive atua nos dois primeiros videoclipes) e Mayne representa o líder da banda Axl Rose.

A história é sobre um Rock Star que estava totalmente apaixonado por essa mulher, e ela por ele, mas durante uma turnê, Mayne pediu para Elizabeth para encontrá-lo no local que a banda estaria tocando naquela noite. Ela disse que não poderia. Mayne ficou deprimido e decidiu ter uma farra com umas groupies que ele pegou naquela noite. Não sabia Mayne que Elizabeth estava batendo na porta de seu quarto no hotel com sua bagagem de noite, pronta para fazer uma surpresa para ele, porém, quando ela entrou e viu a cena, saiu desesperada e desapareceu. Mayne por muito tempo tentou ligar para a casa dela, e ela não atendeu. Então por alguma razão, Mayne cogitou que ela iria se matar, dar um fim nele ou em ambos e correu para a casa de Elizabeth. Assim que ele chegou, ouviu um tiro e ele sabia o que ela tinha feito, que foi confirmado quando ele abriu a porta e viu metade da cabeça dela estourada.

Então Mayne, com o coração despedaçado e sentindo-se culpado, em meio a todo seu sofrimento, escreveu uma canção para Elizabeth chamada ‘Without You’, pois assim, ela poderia ouvir no plano seja qual for que estivesse. E quando finalmente a música estava sendo finalizada e podendo ser tocada pela primeira vez, Mayne derrubou seu cigarro e seu tapete incendiou-se, mas ainda sim, Mayne ficou com o piano e não deixou a casa até que a canção estivesse terminada.

OBS: Mayne, personagem de Axl, morre na história. Uma noite de madrugada, Del James ligou para o Axl chateado, pois teria que contar que seu personagem, Mayne, havia morrido. Isso pode ser visto em um Documentário chamado November Rain, onde Del James e Axl contam essa história.

DON’T CRY

Axl Rose revelou em uma entrevista que a música Don’t Cry é sobre uma garota que ele e Izzy Stradlin namoraram. Conforme conta o vocalista, ele estava sentado na calçada do clube ‘The Roxy’ quando terminaram o relacionamento e ele disse a ela o que se tornou o refrão da música: “Não chore esta noite, eu ainda te amo querida”. Na noite seguinte, Axl e Izzy escreveram a letra da música em aproximadamente 5 minutos.

Grande parte do videoclipe mostra os membros do grupo e suas namoradas tendo problemas em seus relacionamentos, próximo ao final do clipe vemos Axl Rose sendo consultado por um psiquiatra, também vale destacar as varias mortes do Sr. Rose durante o clipe e um provável renascimento do mesmo no fim, o que para muitos fãs representa as transições que Axl passava na época.

Axl, em entrevista, comentou sobre a dificuldade de filmar o vídeo, e sobre algumas cenas que foram inspiradas no seu relacionamento com Erin Everly: “No videoclipe de ‘Don’t Cry’, há uma cena em que apareço brigando com a Stephanie (Seymour, namorada de Axl na época) portando uma arma. Isso aconteceu na vida real comigo e Erin (Everly, ex-esposa de Axl). Eu ia me matar. Nós brigamos pela arma até que eu finalmente deixasse Erin pegá-la de mim. Antes de gravar, eu disse: ‘Isso parece bem difícil, pois realmente aconteceu’. (…) Fazer essa cena foi um processo bastante doloroso.”

O guitarrista Izzy Stradlin, que é creditado como o co-autor da canção, tinha acabado de deixar a banda e não pôde participar da gravação do videoclipe. Por causa disso, Dizzy Reed encontra-se vestindo uma camiseta que diz “Where’s Izzy?” (“Onde está Izzy?”) durante uma cena.

NOVEMBER RAIN

De acordo com Tracii Guns, ex- LA Guns (banda que deu origem ao GUNS N’ ROSES), Axl Rose começou a trabalhar a canção em 1983, e em 1985 a Waggle Records lançou na Australia um LP duplo com o nome ‘November Rain / In Concert and Beyond’, onde em um show acústico é apresentado uma primeira versão da musica, sendo ainda tocada no violão, com um coro de vozes no fundo (assim como a versão final), e sem os consagrados solos de guitarra de Slash – esta canção dura 4:43. Segundo uma história contada para o público em 2006 durante a turnê ‘Chinese Democracy’, nenhum dos outros membros da banda queriam participar da produção desta música (nem de ‘Estranged’). Slash e Duff McKagan foram particularmente contra a deriva de baladas sinfônicas, e queriam músicas mais “roqueiras”, contrariando Mr. Rose.

O vídeo da música que é dirigido por Andrew “Andy” Morahan, começa com Axl dormindo dando a entender que tudo é um sonho; a seqüência mostra Axl se casando com sua então namorada Stephanie Seymour, intercalando com cenas da banda tocando ao vivo em um teatro. Um pouco mais adiante é mostrada uma das cenas mais memoráveis do clipe que é quando o guitarrista Slash sola a sua guitarra em um “deserto” enquanto o helicóptero pratica um swooping em torno dele o filmando de vários ângulos – segundo Mark Robertson, coordenador de Casting observou: “O cinegrafista tinha um monte de responsabilidade, como o guindaste que estava com a câmera tão perto de Slash!”. Axl originalmente tinha imaginado esta cena ocorrendo em um campo “cool”, porem como o vídeo não foi filmado no inverno não havia como colocar essa ideia em prática e então a banda decidiu então utilizar uma igreja no Novo México.

Como já dito antes, ‘November Rain’ também foi inspirada no conto ‘Without You’, porém vale ressaltar que no conto não há menção de um casamento e nem fala se eles eram casados.

Embora exista muita especulação sobre como personagem de Seymour no vídeo morreu, a relação entre o vídeo e a curta história de James sugere fortemente que ela é morta por uma bala na cabeça. Durante a sequência do funeral, um espelho é visível cobrindo metade do rosto, uma técnica utilizada por funerárias para permitir que vítimas de traumatismo craniano possam ter a aparência de um rosto completo no caso de um funeral de caixão aberto. Além disso, durante o vídeo, Axl é visto andando por uma loja com o nome “Guns”, embora esta possa ser uma referência ao nome da banda.

ESTRANGED

‘Estranged’ também foi escrita por Axl Rose, é baseada no conturbado relacionamento de Rose com sua ex-esposa, Erin Everly. O videoclipe começa com Axl sendo procurado por membros da SWAT, o que para muitos fãs mostra que realmente o clipe é uma continuação de ‘November Rain’, ou seja, em ‘November Rain’ Axl mata a esposa e em ‘Estranged’ ele está sendo procurado pelo crime.

‘November Rain’ é uma canção sobre não querer estar em um estado de amor não correspondido. ‘Estranged’ é estar nesta situação e pensar o que fazer agora? É como estar fora do Universo e não ter nenhuma escolha, e pensar, o que fazer? Por que as coisas que você quer, e as coisas que você se esforça nunca dão certo e não há nada que você consiga fazer contra isso.” (Axl Rose, no Making Off de ‘Estranged’).

Em ‘Estranged’ Axl tenta suicidar-se a todo momento, entretanto acaba sendo salvo por golfinhos (que aparecem a todo momento no clipe) o que segundo fãs e relatos simboliza uma espécie de renascimento, o golfinho seria uma espécie de guia espiritual, e representaria que Axl finalmente superou os problemas que apareceram nos dois clipes anteriores.

AFINAL QUAL É A LIGAÇÃO ENTRE OS TRÊS CLIPES DO GUNS N´ ROSES???

Não existe uma história oficial, o que já foi confirmado é que os três clipes são inspirados no conto ‘Without You’ de Del James, que por sua vez é inspirado na vida de Axl Rose, logo, os três clipes são sim inspirados na vida do frontman da banda. Em todo este tempo, fãs criam diversas teorias a respeito do que os três clipes queiram transmitir, e também a respeito da cronologia, um dos pontos interessantes a se observar para tentar achar alguma ordem correta dos clipes é o público que assiste as apresentações da banda. Por exemplo, em ‘Don’t Cry’ eles tocam para praticamente ninguém, já em ‘November Rain’ eles tocam em um teatro e em ‘Estranged’ para um estádio inteiro, ou seja, partindo desse princípio, ‘Don’t Cry’ mostraria o início do relacionamento de Axl com sua esposa, ‘November Rain’ mostraria o casamento e a morte dela, e ‘Estranged’ mostraria Axl tentando se recuperar (vale ressaltar que no inicio de ‘Estranged’ Axl está sendo procurado pela SWAT).

POSSÍVEL CONTINUAÇÃO???

Existe ainda outra teoria, sendo que pessoalmente acredito nela  desde que ouvi a puta dessa música pela primeira vez e sem saber de teoria alguma já liguei os pontos, que a ‘This I Love’ presente no álbum ‘Chinese Democracy’ seria uma espécie de continuação formando assim uma quadrilogia e não trilogia. Lógico que tudo não se passa de teorias criadas por fãs ensandecidos assim como eu, que ficam pirando e sempre viajando nos clipes quando são assistidos, lendo curiosidades e etc. Nada disso foi efetivamente confirmado por ninguém, mas partindo de um marketeiro FDP como Axl Rose, um cara que fica mais de 10 anos recluso sem aparecer na mídia e ainda sim sempre lembrado, pode-se esperar de tudo de um gênio incompreendido e inquieto como o frontman Axl Rose.

Você conhecia ou desconfiava de alguma ligação entre os clipes? Conte-me sua opinião. O seu comentário é a alma do Blog. E já estamos em contagem regressiva para o maior evento do rock dos últimos tempos, vem ne mim dia 11 de Novembro.

Siga-nos no WordPress – https://rezenhando.wordpress.com/
Siga-nos no Twitter – https://twitter.com/Birovisky
Curta no Facebook – https://www.facebook.com/rezenhandoaculturapopaz/
Inscreva-se no Youtube – https://www.youtube.com/channel/UCCfmjZm3KuEE-XsNhfBnqvQ

Anúncios

Um comentário sobre “A trilogia do Guns N’ Roses

  1. Pingback: E depois de 25 anos eles se reuniram… e eu estava lá PORRA! | Rezenhando

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s