Breve relato de quem está vencendo o Câncer

Luta contra o Cancer

Antigo companheiro de blog e amigo ChronosFER (link do blog clicando aqui) permitiu que usasse o espaço do meu blog para publicar um relato, de sua autoria, em relação a transformação que foi sua vida ao ser diagnosticado com câncer. A conversa desenvolveu-se a partir do momento no qual entrei em contato com ele para saber o motivo do “sumiço” repentino. Quando compartilhou comigo o motivo fiquei bastante emocionado, muito por conta de uma triste coincidência, os desafios que minha mãe também tem enfrentado para vencer essa terrível doença. Confiram o texto “O Terminal”, de Fernando Rozano – Jornalista.

“O Terminal.

Não se assuste com o título, leia o texto.

O cinema é sempre uma surpresa. Às vezes, em preto&branco, outras em cores. Adaptações ganham imagens em movimento com o olharleitura do diretor e do roteirista. Quase sempre, muito distantes da obra original. Quem assiste exerce o seu senso crítico. O seu interior passa a ser mais reflexivo, mais denso, criterioso, rico em pensamentos, ideias, compreensão da realidade e muita sensibilidade. Não se trata, por óbvio, de gostar ou não gostar, e sim de saber por que gostou ou por que não gostou.

E o que toda esta introdução tem a ver com o receber o diagnóstico de que você está com câncer, suas consequências imediatas e quais recursos médicos podem atuar para combatê-lo? Um pouco do filme pode ajudar.

O Terminal”, dirigido por Steven Spielberg, protagonizado por Tom Hanks, logo se instalou em minha experiência, ainda sendo vivida, com a doença e seu tratamento. O roteiro assinado por Sacha Gervasi e Jeff Nathanson é um mergulho no sentido e significado de um homem preso em um aeroporto por ter seu visto negado e não poder voltar a seu país de origem devido a uma revolução.

A história, ao longo de duas horas e pouco, abastece os fatos do dia a dia vivido por Viktor Navorski. Ao ser confinado, Viktor não pode ultrapassar a porta de saída que o levaria às ruas de Nova York. Trava, então, permanente “luta” para obter da imigração o visto. Enquanto se desenrola o conflito com as autoridades, estabelece cumplicidade fraterna, humana, afetiva com funcionários e prestadores de serviços do aeroporto. Até o desfecho, com sua nova família dividiu tristeza, objetivo – cumprir promessa feita ao pai antes de morrer -, sentimentos assumidos, fracassos, medos e esperança. Alicerces que o fazem se mover pela vida. Não há conformismo no personagem.

Assim, ao receber o diagnóstico de câncer no cólon descendente e que somente com cirurgia poderia ser retirada a lesão, procurei metabolizar internamente todo o processo que viria. Com as instruções do cirurgião, Dr. Rafael Dutra Vila, mentalizei passo a passo cada etapa sem nenhuma tristeza, revolta ou vitimismo. O compromisso que me impus foi simples: vencer a cirurgia. O espaço de tempo curto entre a notícia e sua consumação, dezoito dias, foram traduzidos em caminhadas, alimentação dentro do possível – não sentia vontade alguma de comer e a perda de peso mais que visível mostrava um homem, na aparência, derrotado -, muita leitura, Natureza, música – há um disco que me acompanhou todos os dias Uña Ramos en La Filarmonica de Berlin, onde sua quena andina preenchia todos os meus espaços vulneráveis e os acalmava. Manter viva a força para seguir adiante e estar pronto para o próximo passo foram construídos dentro de mim.

Outro filme, também com Hanks como ator principal, trouxe a frase definitiva. “O resgate do soldado Ryan”, conta, durante a Segunda Grande Guerra, a busca por Ryan e devolvê-lo a sua casa. Em uma de suas últimas cenas, o capitão vivido por Hanks, à espera da morte, conversa com o soldado resgatado, que pergunta o que pode fazer. A resposta: “Faça por merecer”.

No meu “terminal” minha família aumentou com a presença física ou espiritual de amigos e mesmo desconhecidos que formaram um escudo protetor – ainda formam – onde, ao fechar os olhos, me sentia acolhido. Os exames, para meu estado físico debilitado, eram dolorosos, Superei a longa hora da ressonância magnética de abdômen, dentro do tubo, associando seus ruídos com música e outros sons do meu cotidiano. Logo, identificava o rock progressivo do Pink Floyd ou sinos de igreja, por exemplo. Ocupava minha mente para dar pouco espaço ao “tenho câncer”.

Até o dia da internação, estava pronto, tranquilo e seguro. No momento em que me levaram para o bloco cirúrgico tudo desabou. O medo chegou sem bater à porta, o escudo ruiu, a esperança comprou passagem para qualquer lugar longe do hospital, e me senti em profunda solidão. Fiquei na maca em um corredor semiescuro por minutos incontáveis. Aproveitei para recuperar a força interna. Meus pensamentos foram ocupados por memórias acumuladas ao longo dos meus então 64 anos. Ela preservou a última visita do papa João Paulo II ao Brasil e sua despedida aos fiéis também no aeroporto. Ao subir a escada que o levaria à aeronave, João Paulo subiu dois degraus e parou o corpo curvado, cansado. Olhou para o que faltava – quase como escalar o Everest – e começou degrau por degrau até chegar a porta do avião.

Depois, o padre Reges, celebrante do meu casamento com Inês, cujo tratamento de uma doença exigiu de ele ficar sem fazer nenhum movimento mais de cinco horas para receber a medicação. Superou rezando, a lembrança dos amigos, a vida em Roma, onde vive, e o tempo foi vencido. Fui acumulando dentro de mim situações de superação e cada uma delas reconstituiu toda a minha força e reergueu o escudo.

Encontrei o leito cirúrgico tranquilo e em paz. Sabia que estava em mãos serenas, firmes e abençoadas. Acordei na CTI. Minhas primeiras palavras foram “quero ver minha família”. E nos quase dois dias de Unidade, ocupava o tempo o máximo possível. Desde o detalhe de quanto o aparelho medidor de pressão levava para inflar e voltar ao normal, de quantas vezes passava pela porta enfermeiros, técnicos de enfermagem, funcionários, médicos. Era como não tivesse tempo para pensar na doença, embora a dor fizesse força para me lembrar. Não conseguiu.

Até chegar a alta, seis dias depois. O Dr. Rafael, em criativo paralelo com uma partida de futebol, disse que o primeiro tempo estava vencido e pronto para a segunda etapa: a quimioterapia. Mas, essa é outra história, quem sabe possa ser contada mais tarde quando tudo estiver em seu normal.

O que aprendi? A medicina, os médicos, a ciência, a família, os amigos são essenciais sempre. Sem eles estaríamos em um pântano profundo distante da luminosidade do dia. Todavia, sem a nossa consciência, discernimento, persistência, a presença do nunca desistir, da disciplina, a fé, a força espiritual, estaremos sempre presos no terminal e jamais chegaremos à porta de saída e ganharmos as ruas da vida porque fizemos por merecer.

Fernando Rozano – Jornalista

Agradecimentos: Dr. Rafael Diestmann Dutra Vila e equipe, precisos e sensíveis, essenciais para acreditar que o futuro é sempre possível; Dr. Vicente Sandri, anestesista, solidário, dividiu sua tranquilidade comigo; Dra. Rosana Ferrari, suave e delicada me enviou a prescrição do primeiro exame, o que denunciou o tumor, e sua presença espiritual dia após dia; todos da CTI e do quarto 3 do 9° andar – enfermeiras(os), técnicas(os) de enfermagem, pelo humanismo, alicerce para a recuperação; funcionários de todos os setores do Hospital Mãe de Deus, sem exceção, com seus sorrisos e palavras confortaram meus dias; minha irmã Ana, pelas manhãs ensolaradas oferecidas com generosidade; meus familiares/irmãos da Família Silveira, por nunca deixarem de segurar minhas mãos; e amigos e desconhecidos, construtores do escudo protetor com orações e mensagens de alento. As palavras escapam nesse momento e sinto que meus braços são pequenos demais para tê-los em meu abraço. Estão em minha alma.

E, em especial, Inês, com quem caminho há mais de quarenta anos e desejo pelo menos mais outros quarenta. Sem ela, não há sentido algum.”

Inscreva-se no Youtube – https://www.youtube.com/c/Rezenhando
Siga-nos no WordPress – https://rezenhando.wordpress.com/

Siga-nos no Twitter – https://twitter.com/Birovisky
Siga-nos no Instagram – https://instagram.com/Birovisky
Curta no Facebook – https://www.facebook.com/rezenhandoaculturapopaz/

#cancer #memes #leo #libra #aries #virgo #breastcancer #dankmemes #meme #cancersucks #dank #gemini #c #scorpio #capricorn #aquarius #pisces #taurus #astrology #chemotherapy #cancersurvivor #edgymemes #health #edgy #sagittarius #fuckcancer #ncer #love #zodiac #cancerfighter #cringe #cancerdemama #zodiacsigns #offensivememes #lol #funny #horoscope #o #lmao #cancerwarrior #oncologia #breastcancerawareness #chemo #triggered #offensive #cancermemes #oncology #capricornio #diabetes #fortnite #autism #sagitario #funnymemes #filthyfrank #a #anime #cancersupport #tauro #survivor #saude #o #sa #de #bemestar #fitness #qualidadedevida #vidasaudavel #dieta #a #foco #emagrecimento #emagrecer #treino #academia #vida #vel #medicina #fit #nutri #brasil #saudavel #nutricao #alimenta #beleza #alimentacaosaudavel #amor #fisioterapia #gym #muscula #esporte #lifestyle #lowcarb #saudemental #psicologia #reeduca #personaltrainer #comidadeverdade #health #atividadefisica #estilodevida #crossfit #pilates #repost #autoestima #odontologia #perderpeso #bhfyp #saudeebemestar #oalimentar #emagrecercomsaude #s #paz #musculacao #motiva #foconadieta #bomdia #funcional #enfermagem #oncologia  #leukemia #aadp #raceacrossamerica #chemotherapy #healthcare #cancersucks #medicine #cancercare #cancertreatment #bonemarrowtransplant #hematology #medical #stemcelltransplant #lymphoma #teamsupermarrow #hospital #bloodcancer #training #breastcancer #multiplemyeloma #cycling #jointhejourney #competing #aplasticanemia #advocating #cancersurvivor #bonemarrowregistry #raam #beatcancer #ethnicdiversity #cancernurse #kids #patientnavigators #oncologynavigation #aonn #financialnavigators #oncologynurse #oncologist #leukemiasucks #cancers #community #stemcell #losemi #cancerresearch #boy #cancerawareness #g #merakl #yasamgucugonulluleri #child #kanser #zlerlebakma #radyoterapi #kemoterapi #ya #upsfoundition #upsfoundingspot #cancerdemama #ncer #quimioterapia #o #oncology #a #radioterapia #medicina #cancersurvivor #n #saude #nutricionista #lutacontraocancer #cancerinfantil #salud #outubrorosa #cancerdeprostata #ginecologia #cancerdeovario #breastcancer #repost #oncolog #odontologia #ncerdemama #mastologia #combateaocancer #Cinema #amor #Google #Bing #Blog #Blogger #Blogging #Tumblr #Twitter #Reddit #Wordpress #Instagram #Youtube #Facebook #Whatsapp #Medium #Blogspot #Skype #Linkedin #Reuters #Poetry #Review #SEO #Trending #Trends #World #Writing #News #Cultura #Culture #Cult #Pop #Nerd #Geek  #Dicas #Tips #Review #Reviews #Opiniao #Opinion #Test #Teste #Receitas #Recipes #Netflix #Torrent #Actualidad #Adult #Text #Articles #Artigos #BemEstar #Health #invite #brasil #convite #like  #love #life #poesia #poetry #natureza #art #life #fitness #healthy #gym #lifestyle #motivation #fit #healthylifestyle #bodybuilding #wellness #fitfam #workout #diet #training #love #exercise #nutrition #beauty #vida #lifestyle #travel #follow #design #photography #beauty #followme  #foodie #bloggers #model #business #post #makeup #diy #likes #ideas #smile #making #live #motivation #tutorial #unwind #influencer #blogpost  #inspiration #webdesign #html #marketing #seo #css #web #developer #design #like #website #follow #business #responsive #socialmedia #logo #love #digital  #hosting #startup #ecommerce #share #designer #google #rezenhando #meme #memes #google #rezenhando #BB #CRM #Education #9GAG #Yeet #Uncategorised #Discover #bulletins #all #boletins #Feedly #4Chan #G1 #Global #Video #Followme #FollowYou #LikeforLike #LikeforLikes #Like4Like #Like4Likes #likelike #SFW #NYT #ChronosFER #ChronosFER2

Anúncios

2 comentários sobre “Breve relato de quem está vencendo o Câncer

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s