Rezenha Crítica Os Guardiões 2017

Estava com dois filmes russos para assistir, um deles pude conferir neste fim de semana, Os Guardiões, tido como o novo Vingadores, mas ficou só nisso mesmo, um dos piores filmes que já assisti na minha curta vida e o outro é o terror A Noiva, que a minha vontade de ir conferi-lo ficou comprometida depois da sessão de sábado. Saibam porquê na “rezenha” crítica de Os Guardiões.

A trama se passa durante a Guerra Fria, quando uma organização chamada “Patriot” criou um esquadrão de super-heróis, que inclui membros de várias repúblicas soviéticas. Durante anos, os heróis tiveram que esconder suas identidades, mas em tempos difíceis onde um deles renega-se aos criadores e tenta dominar o mundo eles precisam se revelar novamente para combater este mal.

Tudo que tinham para investir foi feito no trailer que conseguiu na época vender bem, convenceu muita gente a conferir o cinema russo com o excelente trailer produzido, mas o filme está tudo que podia oferecer no trailer, infelizmente. Potencial tinha para ser no mínimo um bom filme.

O filme começa bem, com uma boa introdução de como os super herois foram criados e uma trilha empolgante, só que depois de CINCO MINUTOS começa se perder totalmente, e olha que o filme tem uma duração curta, aproximadamente 90 minutos, ou seja, daria para fazer algo no mínimo bacana sem se perder tanto nos efeitos como também na continuidade da obra.

O filme todo é rodado em CGI sem nenhum cenário natural e como foi bem mal feito dá aquela impressão de coisa plastificada e falsa, principalmente quando as cenas são feitas na cidade junto com o embate final, fica muito estranho.

Edição péssima com cortes e transições desnecessárias, fora erros de continuidade e roteiro com falas de reflexão em meio ao caos e vice versa, sem contar a personagem que recruta a todos, ela parece ser mais poderosa que todos pois apesar de ser uma humana dita comum sempre está antes que todo mundo em simplesmente todos os lugares.

Só escapou do zero absoluto pois a trilha sonora é incrível, um instrumental que salva e empolga, além de dar a falsa impressão de um bom filme no começo, fora isso não tem salvação. Uma pena porque o que cercava a obra tinha potencial sem contar que era uma opção a mais além do eixo Marvel/DC, infelizmente não conseguiu cumprir o mínimo, comprometendo inclusive minha vontade de assistir A Noiva!

Iria assistir de novo? Jamais.

Minha nota é 1/5.

E você o que achou do filme? Conte-nos para saber sua experiência. O seu comentário é a alma do Blog.

Leiam mais rezenhas críticas!

Siga-nos no WordPress – https://rezenhando.wordpress.com/
Siga-nos no Twitter – https://twitter.com/Birovisky
Curta no Facebook – https://www.facebook.com/rezenhandoaculturapopaz/
Inscreva-se no Youtube – https://www.youtube.com/channel/UCCfmjZm3KuEE-XsNhfBnqvQ

Anúncios

5 comentários sobre “Rezenha Crítica Os Guardiões 2017

  1. Pingback: Rezenha Crítica A Noiva e Horror em Amityville | Rezenhando

  2. Noiva é o pior filme que eu vi esse ano. Veja o filme e seja tratado como imbecil. Horrível. O diretor achou que os espectadores eram idiotas…só pode. A mulher com a foto de vidro na mão e não quebra-la e ainda deixar a foto cair no chão..putz…é achar que o público é muito imbecil.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s