Por que não encontramos vida em Marte?

Há bastante tempo era algo que estava com vontade de escrever, o embasamento para tal afirmação vem de dois assuntos que desde os primórdios caminham em lados opostos, ciência e religião, só por este fator é um tempero intrigante nesta viagem alucinada sobre o porquê até hoje por mais avançada nossa tecnologia possa estar ainda não encontramos vida em nosso vizinho Marte.

Você já parou pra pensar porquê nunca encontram vida em Marte? Na verdade eu nunca havia me perguntado isso e só depois, através de muitos estudos dentro da doutrina Espirita conversando sobre outros assuntos que de nada tinham haver cheguei a algumas conclusões, que a princípio podem parecer insanas.

Comecei a divagar em vídeo, peço perdão que esteja pela metade, por motivos superiores não consegui prosseguir.

No Espiritismo a mediunidade é tratada como uma qualidade mais acentuada e não um dom do ser humano e a mesma é dividida em várias categorias: sensitivos e impressionáveis (pela presença do espirito no local), audientes e clariaudientes (através de sons e até conversação), médiuns videntes ou clarividentes (que podem ver os espíritos e é aonde entra a minha teoria) e dentre muitas outras como psicofônica, de cura, etc.

Esta qualidade acentuada no ser humano é o que permite distinguir a sua mediunidade.

Fazendo uma comparação bem grotesca mas não tão “fora da caixinha”, vamos nos comparar a um cachorro, o mesmo consegue ouvir zunidos com frequências baixíssimas que o ouvido humano não consegue. O contrário já ocorre com a visão, os cachorros enxergam menos cores que a visão humana, entretanto algumas coisas os animais conseguem enxergar que o olho humano não consegue, como é o caso das frequências auditivas, por isso que a gente fica meio assustado com nossos cachorros latindo ou olhando para algo que aparentemente  estão enxergando e a gente não, naquela direção pode de fato estar um espirito. Mas como para toda regra há uma exceção não seria diferente com a nossa raça, onde alguns sortudos e porquê não merecedores possuem estas características mais acentuadas que a grande maioria, permitindo ouvir, enxergar ou sentir estas presenças que o ser humano comum é incapaz.

Por essa e por outras que por mais que consigamos inventar um aparelho “fodolento” de monitoramento ou até viajar fisicamente para Marte, jamais encontraremos vida por aquelas bandas, não por ela não existir e sim por ainda não possuirmos características suficientes para conseguir sentir a presença dela, seja qual forma for.

Assim como acontece ano após ano, a natureza e a vida encontram um meio para a evolução. Segundo o Espiritismo quando estamos na forma de perispírito vagamos por vários planos sem uma linha do tempo definida, o passado e o futuro não são variáveis a serem consideradas e sim o grau de evolução espiritual, determinando a sua volta ou não para o planeta Terra (reencarnação),  para continuar em constante evolução de acordo com o que executou ou deixou de executar para aí sim atingir uma escala espiritual mais elevada, não necessitando inclusive do uso da carne como forma.

Seguindo por esta lógica poderíamos ousar dizer por exemplo que Marte seria um planeta mais evoluído que a Terra ou as vidas que lá habitam pertencer a uma escala abaixo da nossa sendo assim primitivos em sua forma, mas é claro que isso não passa de uma suposição deste blogueiro maluco.

Hoje as pessoas que vemos e convivemos encontram-se  na escala de Provações e Espiações, que são os espíritos de terceira e segunda ordem (impuros, levianos, pseudo sábios, neutros e alguns um pouco mais ascendentes com um pé na benevolência e sabedoria). Supondo-se que Marte seja um local habitado apenas por espíritos mais evoluídos que nós, estes seriam da escala dos Espíritos Felizes, que mantêm-se no limite da segunda ordem (sabedoria e superioridade plena), próximo da escala seguinte, que segundo o Espiritismo podemos creditar a Jesus Cristo, os espíritos puros.

Os espíritos felizes por terem alçado um grau de elevação superior ao nosso e também como o próprio nome sugere, não passam mais por provações (perda de alguém que ame, uma doença terminal ou qualquer outra situação que nos instigue à tomada de decisões) e consequentemente também não necessitem do corpo humano, a matéria. Por serem em sua essência um espírito, sua frequência é oposta a nossa, pois ainda fazemos uso da matéria, o corpo e olhos que são infinitamente inferiores, e por isso não conseguimos ouvi-los, vê-los ou senti-los, com exceção dos que já estão com um grau espiritual em ascendência e que em sua essência possuem uma das características elevadas, no caso algum tipo de mediunidade. Um exemplo são os clarividentes, que  conseguem enxergar um espírito mesmo de olhos fechados, isso porquê já conseguem desvincilhar-se minimamente da matéria, no caso os olhos.

Bom galera não quis aprofundar muito no tema porquê não é a proposta do Blog, porque se fosse para adentrar profundamente no tema nem eu acho que seria capaz de transmitir a vocês de uma forma clara, então dentro de tudo que li e discuti até hoje fica aqui essa minha teoria maluca. Não peço que ninguém siga ou acredite mesmo porquê não há um aprofundamento científico e fundado no que acabei de escrever, apenas uma divagação deste simples blogueiro que tem uma inquieta mente e precisa encontrar alguém nesta infinita highway da Internet para discutir, desde já o meu muito obrigado!

Siga-nos no WordPress – https://rezenhando.wordpress.com/
Siga-nos no Twitter – https://twitter.com/Birovisky
Curta no Facebook – https://www.facebook.com/rezenhandoaculturapopaz/
Inscreva-se no Youtube – https://www.youtube.com/channel/UCCfmjZm3KuEE-XsNhfBnqvQ

Anúncios

5 comentários sobre “Por que não encontramos vida em Marte?

  1. Desculpe, neste momento não posso ver o vídeo. Mais permita-me colocar outras suposições, não descartando a sua.
    Pode-se supor que ainda surgirá a vida, pois há elementos necessários para forma de vidas conhecidas.
    Pode-se supor q já houve vida ou q há vida de uma composição q desconhecemos, e aí penso q encaixa a sua ideia.
    Pode ser q tenham descoberto vida, mas imagina o q seria divulgar isto?
    Pode não ter vida da forma q imaginamos, mas pode haver em outra galáxia.

    Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s