Rezenha Crítica Cidade das Sombras 1998

wallpaper cidade das sombras 1998

Descobri por acaso a existência deste filme nos já tradicionais comentários de Internet, já encontrei muita coisa boa desta forma,  o conceito da obra inspirou o clássico Matrix e logicamente fui correndo assistir para ver se era tudo isso mesmo. Confiram a “rezenha” crítica de Cidade das Sombras.

Cidade das Sombras tem a mesma pegada fotográfica de Brazil o Filme (confiram “rezenha” crítica aqui), uma cidade totalmente oposta a utopia de uma vida feliz cheia de cores, ou seja, a população que mora na estranha cidade vive sob a eterna noite envolta de grandes edifícios sem vida que transmitem a quem está assistindo uma sensação de mistério e claustrofobia, mesmo os personagens estando na rua. Neste ponto a obra acertou a mão (pelo menos até perto do último ato) criando um clima todo sombrio.

Tem um excelente começo, particularmente gosto de filmes que te jogam na cara tudo de uma vez onde nem você e muito menos o personagem central sabe o que está acontecendo e fica aquela correria ensandecida.

Infelizmente os elogios ficam apenas nesse quesito fotográfico, ainda bem que Matrix “chupinhou” alguns conceitos da obra e fez um clássico, porque seria desperdício uma teoria tão bacana ser tão mal aproveitada. Mesmo Cidade das Sombras tendo uma duração relativamente curta ainda sim fica tudo muito perdido e jogado no ar, apesar de ter um final relativamente bem explicado do meio até o final é tudo muito cansativo apesar das boas atuações, principalmente no final onde a batalha se transforma algo no melhor estilo Dragon Ball, fica bizarro vindo de um filme que até então estava com um clima sério.

O conceito de que pessoas foram abduzidas para serem testadas como ratos de laboratório onde suas memórias são sempre trocadas por de outros humanos é muito interessante, viver uma vida que não é nossa, controlada por seres ou entidades superiores, mas infelizmente o amontoado de ideias e do que se poderia trabalhar se perde em um roteiro mal feito.

Iria assistir de novo? Não.

Minha nota é 2/5.

E você o que achou do filme? Conte-nos para saber sua experiência. O seu comentário é a alma do Blog.

Leiam mais rezenhas críticas!

Siga-nos no WordPress – https://rezenhando.wordpress.com/
Siga-nos no Twitter – https://twitter.com/Birovisky
Siga-nos no Instagram – https://instagram.com/Birovisky
Curta no Facebook – https://www.facebook.com/rezenhandoaculturapopaz/
Inscreva-se no Youtube – https://www.youtube.com/channel/UCCfmjZm3KuEE-XsNhfBnqvQ

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s