As Coxinhas da Dona Nita são melhores que as Douradas?

coxinha dona nita bueno de andrada

Bueno de Andrada é um misterioso e gastronômico distrito de Araraquara. Possui um verde estonteante, tradicionais construções como a estação ferroviária e é ponto oficial de ciclistas e motociclistas. Impossível passar por ali e não comer aquela coxinha, sim, a famosa coxinha dourada de Bueno, que tornou-se popular tanto pelo seu tamanho e sabor que destoa como pelas sábias palavras de Ignácio de Loyola Brandão. Mas quem passa por ali sempre se pergunta — Como pode dois lugares se auto denominarem como as verdadeiras coxinhas douradas e nenhum dos dois se processarem? – E a dúvida maior, qual a mais gostosa?

Sobre a mais gostosa não fico em cima do muro e já respondo, ainda sim são as coxinhas douradas. Tanto pelo tamanho, como pela quantidade de recheio e o impactante tempero dos mesmos, até a de carne que evito comer em qualquer lugar porque não gosto lá eu como repetidamente como um faminto, ou como minha mãe diz, parece que “vim do Ceará a pé”.

As da Dona Nita são muito gostosas e possuem uma variedade de sabores que “inspiraram” as douradas a ampliarem o cardápio, mas ainda sim não é suficientemente melhor, único ponto que ganha é o preço pago, muito mais vantajoso ainda mais sendo do mesmo tamanho.

coxinha dona nita bueno de andrada

Coxinhas da Dona Nita em Matão com uma Pepsi gelaaada!

A dúvida que permeia na mente de quem passa por lá é do motivo das duas estarem frente a frente, sendo que a Dona Nita abre franquias à torto e a direita e as douradas não (com exceção de uma no centro de Araraquara), e nunca (pelo menos de forma pública) rolar processo e disputa de quem realmente é o posto oficial da “verdadeira” coxinha de Bueno de Andrada.

Às más e não oficiais línguas compartilham por aí que tudo começou na mercearia do Freitas (antes de virar aquele restaurante enorme), a tal Dona Nita era a cozinheira, ela que fazia as coxinhas, então começaram a ficar famosas, mas antes de deleitar-se no sucesso de sua receita foi mandada embora e os créditos ficaram aos proprietários da mercearia.

coxinha dona nita bueno de andrada

Fome!

Sem um gato “pra puxar pro rabo” conseguiu depois de anos um acordo aonde ela poderia abrir quantas franquias quisesse mas jamais ganharia alguma porcentagem sobre os lucros das “coxinhas douradas”.

Pois é, são os causos de nosso interior, se é verdade ou não, eu não sei e nem vou me comprometer a afirmar qualquer coisa, foi apenas uma das inúmeras “rezenhas” que temos por aí com amigos e pessoas próximas. Só resolvi escrever sobre porque não foi apenas uma pessoa nestes anos que puxou o assunto e sim várias, mas o melhor é que vocês nem fazem ideia aonde!!! LÓGICO que comendo uma estupenda e pitoresca coxinha com aquele guaraná Cotubá gelado em Bueno!

E você o que achou do filme? Conte-nos para saber sua experiência. O seu comentário é a alma do Blog.

Siga-nos no WordPress – https://rezenhando.wordpress.com/
Siga-nos no Twitter – https://twitter.com/Birovisky
Siga-nos no Instagram – https://instagram.com/Birovisky
Curta no Facebook – https://www.facebook.com/rezenhandoaculturapopaz/
Inscreva-se no Youtube – https://www.youtube.com/channel/UCCfmjZm3KuEE-XsNhfBnqvQ

Anúncios

6 comentários sobre “As Coxinhas da Dona Nita são melhores que as Douradas?

  1. Quando passar pela região de Campinas, vá até o Morango do Nordeste em Valinhos há uma coxinha com massa de mandioca😋 e o nome do restaurante é de um doce de lá: morango coberto com coco e chocolate😋😋 Se quiser apavorar vá também no Caiu do Céu, pastéis deliciosos.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s