Entrevista com Brasileiro que ganhou prêmio Nobel de Literatura com o livro “Meu Amigo Jack”

Entrevista com Brasileiro que ganhou prêmio Nobel de Literatura com o livro Meu Amigo Jack

E aí Rezenhadores de plantão beleza? Confiram a entrevista com o Brasileiro (eu mesmo!) que ganhou prêmio Nobel de Literatura com o livro “Meu Amigo Jack”. Mas é claro que isso nunca vai acontecer, por culpa do próprio brasileiro . Confiram abaixo a entrevista transcrita, medida preventiva para quem não consegue por algum motivo visualizar o vídeo. Muito esclarecedor por sinal, com várias discussões polêmicas abordadas.

Para quem não o conhece, apresente-se ao nosso público. Quem é Felipe Calabrez?

Sou funcionário público municipal, idealizador do canal ReZenhando, presente no YouTUBE e infinitas redes sócias por aí afora. Por consequência do blog, aperfeiçoei minha escrita e acabei me tornando escritor, com meu primeiro livro lançado em 2.020 (sabotado pela pandemia, é verdade) e é sobre ele que vamos “Confêbular”. Amo assistir filmes, sou apreciador de cervejas artesanais e lanches raiz, aqueles de trailer mesmo, não food truck! Além de ser Corinthiano pobre, louco e sofredor!

Apresente, sem spoilers, “Meu amigo Jack”. O que o leitor pode esperar da história?

Meu Amigo Jack conta a história de Fred, um médico recém-formado com mediunidade latente e que por intermédio de concurso público é transferido para uma cidade do interior, considerada por qualquer pessoa em sã consciência, um Paraíso na Terra. Ao chegar em Amepuru, Fred se depara com um caso até então sem solução, uma síndrome agressiva que rapidamente têm consumido a vida de um jovem chamado Martín. Com a realização de um tratamento alternativo, inúmeros percalços que uma sociedade provinciana cria precisam ser superados e com o decorrer do tempo, uma amizade verdadeira é construída, ultrapassando as barreiras do profissionalismo. Em paralelo, uma série de eventos macabros ocorrem, distorcendo o ponto de vista de todos e transformando aquele que era para ser um Paraíso na Terra, em um verdadeiro Inferno Astral.

Como surgiu a ideia de escrever um livro e, se houver, em quais referências se espelhou?

Desde criança eu achava um sonho impossível, primeiro porque odiava ler qualquer coisa e segundo, porque era péssimo em escrever, tanto que por um bom tempo eu tinha me esquecido deste “sonho”. Em meados de 2.012 comecei a escrever diariamente no meu blog sobre os filmes que assistia e coisas do dia a dia que aprendia. Dia após dia fui melhorando a escrita até esse sonho, se é assim que posso chamar, voltou com tudo!

Referência mesmo sem a gente querer, acaba tendo. Como eu adiantei, li poucos livros na minha vida e dois escritores que sempre me encantaram foram José Saramago e Douglas Adams, não existe ligação entre os gêneros de cada um, porém, somando a acidez sarcástica em críticas da sociedade de um, com o humor em situações aleatórias da vida de outro, de alguma forma me influenciaram. Fora o surrealismo de grandes outros artistas de outras plataformas como no cinema, música e pintura, como por exemplo, o diretor David Lynch, a banda Pink Floyd e The Doors, além do pintor Salvador Dalí.

Mas acredito que o principal e que é a base do livro foram as conversas de bar, após algumas goladas de cerveja entre amigos, muitas ideias legais surgem, adaptando uma aqui e outra acolá, formaram a tempestade de ideias que eu consegui transcrever para Meu Amigo Jack.

Por que escrever um livro?

Sou da opinião que todos deveriam escrever um livro, seja uma história, um conto, um poema ou algo didático, técnico, qualquer coisa. Livros são eternos! A partir do momento que são publicados, eles ficam por aqui; a gente, não. Com a internet, redes sociais e agora e-books (livros digitais), tornou-se muito mais fácil difundir o seu trabalho, seus pensamentos. A questão não é nem o quanto você pode ganhar vendendo livros, porque em um país onde não existe incentivo à leitura, para quem pensa em lançar algum livro, o interesse financeiro é a última coisa que se deve ponderar. Posso afirmar com propriedade que não existe melhor sensação do que amigos e conhecidos entrando em contato pelo Facebook ou Whatsapp, seja elogiando, criticando ou simplesmente discutindo os pontos de vista acerca da história do livro. Não existe nada mais satisfatório; eu, pelo menos, gosto.

Em que se inspirou para criar os personagens? Há modelos da vida real?

Não existe história melhor do que aquelas que vivenciamos ou presenciamos. Contar minhas histórias em terceira pessoa ou de outras pessoas em primeira pessoa, faz parte do folclore do interior de São Paulo.

Alguns nomes saíram do livro para a vida real, muito por conta do tempo que eu demorei para lançar, desde o primeiro parágrafo escrito até a publicação, foram longos quatro anos.

Mas a veracidade traduzida em palavras só usurpam a atenção do leitor quando é real, se não existe uma pitada de realidade no que é escrito, o leitor lê com superficialidade.

E com relação à bucólica Amepuru? Como descreveria a ambientação da cidade onde a trama se passa?

Um paraíso na Terra! Onde quem mora lá não quer sair, e quem está fora, quer entrar. Só que, assim como a maioria das pessoas imagina como é um céu, com Deus, anjos e nuvens, não existe espaço para todo mundo.

A cada capítulo você sugere uma música para acompanhar a leitura, que você ouviu enquanto escrevia. Você acredita que esta mistura sensorial pode aproximar o leitor de sua própria experiência criativa?

Com certeza! Mas não somente isso, o intuito também é outro, a imersão do leitor na história, a experiência torna-se ainda mais visceral.

Desde o lançamento, várias pessoas ouviram as sugestões de música enquanto liam determinado capítulo, outras antes, outras depois de cada capítulo e algumas preferiram ler sem ouvir nada “interferindo”. Uma coisa eu comprovei, o impacto que alguns momentos na história trouxeram para as que ouviram foi muito mais intenso do que as que não ouviram as músicas em nenhum momento, nestes momentos junta tudo meu amigo! É uma miscelânea de sensações e sentimentos com certeza.

E mesmo que fosse uma péssima história (o que não é), antes mesmo da modinha dos recentes audiobooks, Meu Amigo Jack tornou-se pioneiro em algo tão relevante para quem ama ler e diariamente o faz sem ao menos perceber, ouvir música enquanto lê algo. O livro possui playlist oficial no Spotify, Deezer e YouTube.

Playlist SPOTIFY: https://open.spotify.com/playlist/7qYp9UuVoqbzWbvB62NE6Z

Playlist DEEZER: https://www.deezer.com/playlist/4841237668?utm_source=deezer&utm_content=playlist-4841237668&utm_term=2299974968_1577672829&utm_medium=we

Playlist YOUTUBE: https://www.youtube.com/playlist?list=PLv7MsqaLJVfH0E4WNGc5X6kq4Xloacmf6

Percebi que tanto na capa, como no decorrer da história você utilizou sutilmente três cores, o vermelho, o verde e o azul. Tem algum significado?

Eu costumo falar para quem vai ler Meu Amigo jack ou que entra em contato comigo, que nada ali é por acaso, desde uma cor destacada até um número descrito em uma porta. Tudo tem um significado, seja ele subliminar ou não.

Meu Amigo Jack possui várias e várias camadas narrativas e formatos de leitura temporais.

É como nadar em um oceano, se você ficar apenas boiando na superfície, olhando para o céu azul, vai se contentar com o drama de um paciente que possui uma doença cruel e que faz uso de um tratamento alternativo à base de canabidiol, enfrentando o conservadorismo de uma sociedade provinciana, no entanto, se começar a mergulhar, vai se deparar com elementos sobrenaturais e espiritualistas por toda a história, mais afundo, vai se envolver com inúmeros temas que até hoje são considerados tabu, críticas sociais, éticas, culturais e religiosas, quando se der conta e com falta de ar, vai perceber que a história pode ser lida em mais de uma ordem do que todo mundo aprendeu e está acostumado.

Quais os pontos que você gostaria que os leitores absorvessem mais?

No prefácio, tento fazer um alerta sobre os perigos que o ponto de vista da massa – seja ele persuadido ou não – em determinados temas podem alternar, para o bem ou para o mal, o rumo de um planeta inteiro. Essa talvez seja a mensagem central. Esse pensamento pode ser atribuído para questões complexas como política, religião, dinheiro, entre outras, que de gerações em gerações são motivos para guerras desenfreadas. Siga ideias, não crenças. Com o tempo, as ideias mudam; as crenças, não.

Em sua experiência inaugural como escritor, como sentiu o feedback dos leitores? Acredita que os escritores recebem o devido reconhecimento e espaço nas editoras para divulgar seus trabalhos?

Foi das melhores, alguns me questionam quanto alguns entendimentos sobre o final ou sobre as ações que os personagens tomaram ou deixaram de fazer, mas eu insisto que todas interpretações são válidas, o que estraga é se eu ou qualquer artista divulga o verdadeiro significado de alguma obra. Eu acho muito legal quando alguém (ou eu mesmo) tenta entender o que Van Gogh, Salvador Dalí ou David Lynch tentaram expressar em suas obras por exemplo, seja, pintura, cinema ou escrita, porque é aí onde se abrem discussões e teorias. Isso transforma obras em verdadeiras lendas urbanas!

E no Brasil não existe incentivo, apoio ou reconhecimento para escritores, por parte de editoras ou qualquer outra organização. Pouquíssimos festivais, as editoras dificultam o máximo a análise de originais, não somente em te selecionar, mas também na liberdade criativa, mesmo eu falando que ia custear o projeto, não aceitavam participação criativa. Tudo bem se uma editora te seleciona e você não custeia nada, você não tem direito mesmo sobre “parpitar”, agora no meu caso não! E outra, aí você encontra uma editora maleável, ou atrasam sua entrega e te sabotam, ou não incentivam seus escritores participando de festivais, fica difícil. Acaba sendo um trabalho de formiguinha feito única e exclusivamente por mim.

Agora tudo piorou, com livros sendo reconhecidos pelo nosso governo como artigo de luxo e enfiando cada vez mais tributos neles! Aí fica ainda mais difícil!

O livro está disponível por meio eletrônico. Quando será lançada a versão impressa?

Sim, por meio eletrônico o livro está disponível no site da Amazon, pesquisando por ‘Meu Amigo Jack’, ou pelo link: https://www.amazon.com.br/dp/B08C74D12F), custando R$ 5,99. Em relação a versão impressa, gostaria de ter feito algum evento para lançamento; no entanto, a pandemia me sabotou e, somando o atraso na entrega por parte da editora, lastimo muito que minha mãe infelizmente não pôde ler sequer uma página antes de falecer. Atualmente estou com os impressos, no valor de R$ 35,00 – menos de R$ 0,01 por página – e as pessoas podem entrar em contato comigo pelo WhatsApp 99621-8910 ou e-mail: af.calabrez@gmail.com.

Gostou da “rezenha”? Comente, o seu comentário é alma do Blog e Canal ReZenhando.

Até mais e obrigado pelos peixes!

• Inscreva-se no Youtube
• Siga-nos no WordPress
• Siga-nos no Twitter
• Siga-nos no Instagram
• Curta no Facebook

#nobel #nobelprize #chemistry #confebulando #confabulando #resenhando #Literaturese #booktuber #booktubers #geek #nerd #freak #react #lol #roflol #live #love #music #life #instagram #like #instagood #follow #concert #happy #livemusic #photography #rock #photooftheday #smile #musica #art #singer #lifestyle #fun #o #laugh #friends #youtube #likeforlikes #artist #beautiful #travel #nature #guitar #fashion #party #likes #cute #loveyourself #dj #s #musician #me #photo #band #covid #picoftheday #motivation #followforfollowback #livestream #dance #yourself #a #happiness #family #girl #beauty #repost #hiphop #instadaily #style #instalike #fitness #entrevista #o #musica #live #radio #a #n #interview #music #argentina #tv #cultura #covid #repost #m #cv #rock #instagram #arte #youtube #entrevistas #colombia #podcast #trabajo #brasil #empleo #coronavirus #venezuela #quedateencasa #cuarentena #s #job #actor #teatro #cantante #espa #tbt #ol #jornalismo #sica #instagood #show #batepapo #mexico #like #periodismo #pandemia #ofertadetrabajo #work #programa #buenosaires #noticias #buscotrabajo #artista #ofertadeempleo #entrevistadetrabajo #entretenimiento #amor #curriculum #vegan #s #nobelbiocare #liveright #awaken #changetheworld #changeyourself #godisall #godistruth #christconsciousness #thoughtsfrommysubconscious #godisyou #godislife #plantbased #stem #allon #scholarship #roadtothenobel #blacksinstem #blacksinscience #nano #nanochemistry #anticarnist #plantbasedliving #weareallgodschildren #alltypesofscience #spiritualwarfare #radiationpoisoning #tellievision #makepeacenotwar #electricliving #electricfoods #selfrespect #leaderofthecoolkids #selfreliance #dachemist #americanchemicalsociety #gtruth #science #hellachemistry #chemforlife #sth #chemistryforlife #chemdaily #csci #premionobel #nobelactive #labrats #perasperaadastra #nobellaureate #implantodontia #blackchemistsrock #odontologia #odonto #peace #literatura #libros #livros #poesia #a #bookstagram #o #books #frases #leitura #amor #book #arte #leer #poemas #livro #poema #ol #lectura #escritor #cultura #ler #n #escritos #literaturabrasileira #libro #poes #escritores #letras #poetry #poeta #instabook #amoler #literature #textos #booklover #love #filosofia #instalivros #livrosemaislivros #librosrecomendados #leitores #vida #art #poesias #lectores #escribir #novela #reading #pensamientos #romance #escritura #escritoresdeinstagram #frasesdeamor #amolivros #leiamais #igliterario #poetas #biblioteca #leitura #livros #o #ler #livro #literatura #amoler #books #book #bookstagram #livrosemaislivros #leitores #amolivros #instalivros #livroseleitura #a #instabook #amor #igliterario #livraria #leiamais #frases #poesia #cultura #leituradodia #es #biblioteca #conhecimento #educa #lendo #leia #reading #romance #literaturabrasileira #euamoler #leituras #brasil #arte #quarentena #lerfazbem #escritor #love #vida #s #pensamentos #leitor #read #instagood #trechosdelivros #frasesinspiradoras #dicadeleitura #deus #rio #instabooks #poemas #trechos #sabedoria #as #ebook #wordpress #blogger #blogging #blog #facebook #instagram #whatsapp #letterboxd #filmow #linkedin #skype #spotify #deezer #wechat #qq #qzone #tiktok #reddit #Douban #Badoo #Baidu #Snapchat #Viber #Pinterest #Line #Telegram #tumblr #23snaps #amino #askfm #bebo #blaving #coinect #couchsurfing #cyworld #ello #fetlife #filmow #skoob #clubhouse #flicker #foursquare #friendica #friendster #gaia #gaiaonline #gopets #hello #orkut #hi5 #imeem #lastfm #livejournal #mingle #mirtesnet #mirc #mixi #moovia #myheritage #myspace #netlog #odnoklassniki #palco #palcoprincipal #purevolume #sharethemusic #skyscrapercity #sonico #stayfilm #vk #wallop #waze #whisper #wt #wtsocial #xanga #yammer #yo #Yubliss #rezenhando #matao #araraquara #taquaritinga #catanduva #dobrada #jaboticabal #sertaozinho #guariba #ibate #motuca #mococa #sp #saopaulo #bauru #marilia #olimpia #brotas #itirapina #analandia #cravinhos #batatais #borborema #itapolis #ibitinga #jau #descalvado #pirassununga #tabatinga #bebedouro #cravinhos #jardinopolis #pontal #brasil #brazil #amazon #kindle #Accessories #Announcements #Art #Asia #Beauty #Best #Books #Bible #Blog #Blogger #Blogging #Book #Review #Book #Reviews #Books #Business #Business #Books #Business #Insights #CNN #Christian #Christianity #Computer #Books #Cong #nghe #Covid-19 #Culture #Daily #Updated #Data #Lab #Forecast #Deals #Debasish #Mridha #Debasish #Mridha #MD #Depression #Digital #Marketing #Dreams #Education #Engineering #Books #English #Entertainment #F1 #Faith #Family #Fantasy #Fashion #Featured #Fiction #Fitness #Food #Formula #1 #Freedom #Friendship #Funny #Game #Games #Gaming #God #HOPE #History #Home #Humor #India #India #Today #| #Top #Stories #Inspiration #Inspirational #Inspirational #Quotes #Instagram #Internet #Jesus #Jokes #Khoa #hoc #Không #phân #loại #Learning #Life #Life #Lessons #Lifestyle #Literature #Love #Makeup #Market #Strategies #Mental #Health #Money #Motivation #Motivational #Movies #Music #Música #NDTV #News #- #India-news #NDTV #News #- #Special #NYT #Nature #Opinion #Opsi #Informasi #Peace #People #Philosophy #Photo #Photography #Podcast #Poem #Poems #Poesía #Poetry #Politics #Política #Prayer #Quotes #Reading #Real #Estate #Recipes #Relationships #Religion #Review #Reviews #Romance #SEO #SFW #Science #Spiritual #Sports #Story #Stream.. #Success! #TOP #TV #Thoi #su #Thoughts #Tidak #dikategorikan #Tin #tuc #Travel #Truth #Tumblr #UK #US #Uncategorised #Video #Vidão #Wisdom #Women #WordPress #Work #World #YouTube #Animals #Bzendoo #Car #and #truck #Coronavirus #Cute #Death #Digitalmarketing #Duckcam #Happiness #Health #Humour #Knowledge #Lambcam #Market #screener #Misteruplay2016 #Product #information #Reddit #Selected #items #Spirituality #Streamer #Supplies #Technology #Text #Time #Twitch #Twitter #United #states #Videogame #Videos #Winter #Writing #αταξινόμητα #город #ویدئو #ویدائو #کلیپ #พรีเมียร #พรีเมียร์ #พรีเมียร์ลีก #อังกฤษ #ลิเวอร์พู

Tags: antonio felipe calabrez, Felipe Aparecido Sampaio, Laureados com o Nobel de Literatura, Meu Amigo Jack, O primeiro Nobel brasileiro a gente nunca esquece, Os brasileiros que já foram indicados para o Nobel de Literatura, Por que o Brasil nunca ganhou o Nobel de Literatura?, Por que o Brasil nunca ganhou o Nobel de Literatura? Mas ele merecia um?, Prêmio Nobel de Literatura, Prêmio Nobel de Literatura Quando será a nossa vez?

4 comentários sobre “Entrevista com Brasileiro que ganhou prêmio Nobel de Literatura com o livro “Meu Amigo Jack”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s