Facebook, o maior cemitério do mundo

cemiterio facebook

Facebook, uma rede social que integrou o mundo e talvez a última que monopolizou (alienou) a sociedade de forma unânime. Imbatível, milhões criaram sua “cara livro” (ou como o fundador adora denominar “Livro da vida”,) independente se estas pessoas continuam a utilizar ou não a sua conta. Nesta década não há mais monopólio, afinal existem outras redes sociais para todos os gostos e bem específicas. Para pequenos e sintéticos textos, o Twitter, fotos, o Instagram, blogs, WordPress ou Tumblr, entre outras mais ainda mais específicas, só que nenhuma outra integrou tudo e todos como o Facebook, e diante da “concorrência social” atual dificilmente haverá outra rede social em que o mundo todo utilize simultaneamente e possua os bilhões de usuários que o Facebook possui. Aí me vem o seguinte questionamento, e quando a maioria destes usuários, sejam ativos ou não, começarem a morrer? Sim amigos, o Facebook irá tornar-se o maior cemitério do mundo.

Só no meu perfil já existem 5 pessoas que infelizmente já faleceram, independente da causa, possuo 800 amigos. Fazendo um cálculo simples dá menos que 1% é verdade, mas imaginem em nossa realidade, o Facebook anunciou no fim de 2016 que está com aproximadamente 2 BILHÕES de usuários, se arredondarmos para 1% destes usuários, já são 20 MILHÕES de usuários “falecidos”. Isso usando como referência de cálculo a minha rede de amigos, entretanto uma notícia de 2014 já realizava uma estimativa, pasmem, de que já existiam 30 MILHÕES de falecidos.

A própria rede antecipando-se diante do sofrimento de quem visita o perfil de algum ente querido falecido criou uma ferramenta que transforma este perfil ainda ativo em uma espécie de memorial, clique neste link e confira. Em outras palavras analisando friamente, assim o Facebook consegue monitorar estatisticamente também quem já foi desta para uma melhor.

Imaginando um cenário criado na introdução deste post, a partir dos anos 50 (2050) dependendo de muitas variáveis é verdade, tais como a qualidade de vida, violência entre outros fatores que aceleram ou retardam a taxa de mortalidade, o Facebook vai passar a ter mais usuários mortos do que vivos, isso tudo em razão do qual já adiantei, dificilmente haverá outra rede social que consiga incentivar toda uma população mundial há cadastrar-se nela como o Facebook conseguiu . Com a inclusão digital e o desenvolvimento de novas redes sociais específicas, para todos os gostos e opiniões, consequentemente haverá uma polarização e bolhas digitais, onde cada um estará cadastrado na rede que mais convir, aumentando a diversidade de redes porém com números reduzidos de inscritos, jamais conseguindo alcançar o número dilatado que outrora o Facebook tenha conseguido alcançar.

Parece loucura não? Existem várias notícias pelo mundo, inclusive no Brasil sobre o tema. É unânime que após 2050 é previsto que este fenômeno mórbido ocorra, infelizmente. Mas uma coisa é verdade, o Facebook atualmente possuindo estes 20 milhões de falecidos, com certeza já é o maior cemitério do mundo, afinal que outro possui tanta gente assim?

Siga-nos no WordPress – https://rezenhando.wordpress.com/
Siga-nos no Twitter – https://twitter.com/Birovisky
Curta no Facebook – https://www.facebook.com/rezenhandoaculturapopaz/
Inscreva-se no Youtube – https://www.youtube.com/channel/UCCfmjZm3KuEE-XsNhfBnqvQ

Anúncios

17 comentários sobre “Facebook, o maior cemitério do mundo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s