Rezenha Crítica Fome de Poder 2017

Michael Keaton tem aparecido constantemente aqui no Blog, mesmo que sem querer porquê nem fã eu sou dele, e Fome de Poder relutei muito em assistir porque pensei que seria mais um daqueles filmes biográficos onde vemos apenas um lado da moeda, só que não, se você é um empreendedor, pensa em abrir algo ou simplesmente gosta de ver o circo pegar o fogo e da missa nem sabe a metade sore o surgimento do McDonald’s esta sessão pipoca é obrigatória. Confiram a “rezenha crítica de Fome de Poder.

Kroc (Michael Keaton) é um típico vendedor norte americano que bate de porta em porta com seu “produto revolucionário” e após notar uma venda fora do normal de um Mixer de 5 eixos para Milk Shakes, visita a lanchonete que comprou a quantidade absurda.

Chegando à tal lanchonete McDonald’s ele depara-se com uma demanda e movimentação fora do normal de consumidores com entrega em tempo recorde dos pedidos. Com seu faro para negócios Kroc faz o diabo até conseguir uma participação nos negócios da lanchonete dos irmãos Richard “Dick” e Maurice “Mac” McDonald no sul da Califórnia e, pouco a pouco vai eliminando os dois da rede, transforma a marca em um gigantesco império alimentício.

Como já adiantei, todo filme bibliográfico nos leva a imaginar que a história seja contada apenas por um lado da moeda em muitos casos, protegendo a imagem “dos interessados”, e o que fascina na obra é justamente o contrário, onde ninguém é de ninguém, e no final ficamos abertos a tomarmos partido para qualquer um dos lados na guerra patrimonial que tornou-se durante a sua ascensão do McDonald’s.

Um filme que te envolve e entrega o que está por vir em seus primeiros 5 minutos, quando Kroc nos dá uma lição sobre quem deixa de comprar algo para aumentar sua produção por não ter demanda, ou não tem a demanda porque justamente não tem o equipamento, o espirito empreendedor chega a arrepiar na hora!

Muito bem dirigido e com o Keaton (eterno Besouro Suco, Birdman e Abutre) destruindo na interpretação, com suas quase 2 horas passando muito rápido e você ficando intrigado onde tudo aquilo vai dar. E fica a reflexão sobre em quem confiar quando formos comentar sobre alguma ideia ou projeto que tenhamos em mente. Sempre proteja sua ideia de todas as formas possíveis, jamais faça acordos verbais, estes são os mais fáceis de não serem cumpridos, ainda mais em nossa sociedade atual.

Minha nota é 3/5

E você o que achou do filme? Conte-nos para saber sua experiência. O seu comentário é a alma do Blog.

Confiram os meus filmes favoritos!

Leiam mais rezenhas críticas!

Siga-nos no WordPress – https://rezenhando.wordpress.com/

Siga-nos no Twitter – https://twitter.com/Birovisky

Curta no Facebook – https://www.facebook.com/rezenhandoaculturapopaz/

Inscreva-se no Youtube – https://www.youtube.com/channel/UCCfmjZm3KuEE-XsNhfBnqvQ

Anúncios

2 comentários sobre “Rezenha Crítica Fome de Poder 2017

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s