Rezenha Crítica A Vida Secreta de Walter Mitty 2013

Wallpaper Walter Mitty

Este filme tem tudo o que a galera blasé mais “entendida” de cinema precisa para meter o pau no filme sem ao menos assisti-lo. Não vou mentir que hesitei, mas depois, fiquei me perguntando: Por quê demorei tanto para assistir esta belezura? Este filme realmente mudou minha vida, sem delongas.

A sinopse do filme trata de Walter Mitty (Ben Stiller) que é o responsável pelo departamento de arquivo e revelação de fotografias da tradicional revista Life. Ele é um homem tímido, levando uma vida simples, perdido em seus sonhos. Ao receber um pacote com negativos do importante fotógrafo Sean O’Connell (Sean Penn), ele percebe que está faltando uma foto. O problema é que trata-se justamente da foto escolhida para ser a capa da última edição da revista. É quando, Walter, com o apoio de Cheryl (Kristen Wiig) é obrigado a embarcar em uma verdadeira aventura.

Mas você está se perguntando qual a razão deste filme ter todos os pré requisitos para crítica negativa? Ben Stiller como protagonista e diretor, uma sinopse bem artificial tratando de um cara sonhador que imagina tudo que acontece em sua vida já é um bom indício do que poderia estar por vir. Mas aí que você se engana.

Ben Stiller faz a sua melhor atuação (Pelo menos de todos que assisti onde ele atua) e a história gira em torno de um cara sonhador, onde sempre deixa de fazer as coisas que tem vontade, talvez pela sua timidez e receio do que os outros vão pensar e apenas as imagina em sua mente criativa de uma forma digamos criativa demais.

UPDATE 08/06/2016 – Postei em meu canal esta cena, tive o trabalho de editar legendado o momento que mais gostei, um verdadeiro divisor de águas do filme, e da minha vida!

Vale ressaltar a fotografia e trilha sonora do filme. Escolhidas a dedo, perfeitas para cada momento. Os lugares onde Walter Mitty caminha e a captação de imagens é perfeita, paisagens lindas e inesquecíveis, inclusive os ângulos que captaram deixam você imergido naqueles ambientes sentindo-se com vontade de arrumar as malas e pegar o primeiro voo para os tais lugares.  A história é oportuna e aproveitaram bem o fato de Walter Mitty ter de procurar Sean O’Connell, o fotógrafo das fotos mais utilizadas pela revista Life, por serem as mais audaciosas registradas e consequentemente mais belas.

Mas aí você me questiona o que o filme mudou em minha vida? É complexo explicar em uma rezenha mas vamos tentar.  Todos os dias penso milhares de coisas por minuto, imagino muito e faço pouco, de todos os meus sonhos consegui realizar poucos, com efetividade é bem verdade, mas deixei de fazer muita coisa infelizmente, e isto é deprimente acaba te quebrando por dentro, o tornando uma pessoa cinzenta vendo o mundo de uma forma distorcida e sem graça. E a catarse do filme é esta no qual Walter Mitty sobrevive. Sair do limbo espiritual e começar a realizar todas as suas vontades, sem importar-se financeiramente ou com problemas que teoricamente irá se afastar por algum tempo e a não menos importante, quebrar sua rotina são os primeiros passos para que deixe de sobreviver e comece a viver, acordar com alegria e esperança de dias melhores. Sonhar e não deixar que a chama apague, correr atrás e alcançar os seus sonhos, torná-lo palpável.

Walter Mitty faz isso, mesmo que inconscientemente e em nenhum momento o filme entrega a trama de bandeja, vai te conquistando aos poucos, fazendo torcer pelo personagem em recuperar a tal fotografia e vivendo com ele aquilo que ele nunca imaginou fazer e nem você. Ele negar a revista digital foi a maneira que ele encontrou para mostrar ao público o quanto a sociedade caminha, e é um caminho sem volta, para um mundo extremamente abstrato, onde não há contato, não há experiências, talvez consequência do domínio da tecnologia sobre nossas ações, que de fato, nos aproxima de tudo mas nos distancia do que realmente é viver, estamos convergindo para uma vida sem vida. E quando falei de trilha (Sou viciado nelas) não poderíamos deixar de citar “Space Oddity” de David Bowie, que conta a saga do astronauta Major Tom, e como Walter Mitty a utiliza como motivação, sensacional, asou perfeitamente principalmente com a cena do helicóptero (até arrepiei aqui digitando, foda, só quem encontra-se com a proposta pode saber o que senti). O encontro de Walter Mitty com Sean O’Connell torna-se épico pela paisagem e também a sequência de momentos onde Sean Penn com sua inquietude e tristeza incompreendida declama uma das mais belas frases que pude ouvir: “As coisas belas não clamam por atenção”.

Sensacional !

A verdade é que no fundo há um pouco de Walter Mitty dentro de cada um, aquele ser que sonha com uma vida diferente, uma aventura, que sonha em se arriscar e dizer adeus a uma vida tão ordinária, que se imagina dentro da mente um ser mais corajoso, um herói, uma celebridade. E a intenção da obra não é dizer “como a vida deve ser vivida”, é sobre este cara, tão comum, que decidiu viver a vida que sempre quis, a vida que deveria ter vivido, a vida que a criança que ele foi um dia o alertou. Atentem-se a beleza que o final do filme é. Algo realmente que me fez “suas os olhos” tal a delicadeza dos gestos e a forma como trataram a mensagem final.

Entrou no meu top de filmes a serem assistidos com o máximo de pessoas que conseguir, assim como Rocky, Exterminador do Futuro, Os Intocáveis, Mr. Nobody dentre outros.

1

2

4

5

6

7

8

Anúncios

15 comentários sobre “Rezenha Crítica A Vida Secreta de Walter Mitty 2013

  1. Pingback: Rezenha Crítica Reine Sobre Mim 2007 | Rezenhando

  2. Pingback: Rezenha Crítica Os Meyerowitz 2017 | Rezenhando

  3. Pingback: Rezenha Crítica Valerian e a Cidade dos Mil Planetas 2017 | Rezenhando

  4. Pingback: Meus filmes favoritos! | Rezenhando

  5. Amo de paixão.O filme me fez repensar sobre minha vida,voltar a realizar os meus sonhos,ver a vida como um presente e usufruir cada momento sem me preocupar ou me estressar com o amanhã.Ter mais coragem para arriscar.Afinal,se não foi agora,quando?Como eu amo viajar e tinha sonho em conhecer o Ártico,mais precisamente Reykjavik, desde qdo era mto jovenzinha,Comprei passagens,fiz um roteiro e fui para a Islândia.Marquei vários pontos onde o filme foi rodado e aos pcs fui conhecendo um a um.Mas o que mais me impressionou foi a chegada ‘a Islândia.Que lugar fantástico!Extraordinário!Único!Sem igual!É como pisar em outro planeta,sair da terra e viver um sonho nunca imaginado.Entendi por que o filme foi rodado ali,lugar que te faz repensar sobre a importância da vida,da natureza,do calor humano e principalmente de Deus.Te faz pensar grande e ver qão fútil é a vida que levamos e quão breve ela pode ser.
    Faz 1 semana que voltei e já comprei passagem para Outubro/2016. Fotos no meu Instagram :carmenpartyforkids.
    Abs em todas as pessoas que nunca deixam de sonhar e principalmente de realizar seus sonhos,grandes e pequenos.

    Curtido por 1 pessoa

    • Muito obrigado pelo seu comentário, de verdade. Coisa linda de se ler. Ultimamente tenho realizado tudo que tive vontade e ainda tenho muito o que fazer, parafraseando ouro de tolo de Raul Seixas, eu não posso ficar aqui parado com boca escancarada cheia de dentes, esperando a morte chegar. Viajar é um investimento pessoal para a alma. E seu comentário é muito enriquecedor, obrigado.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s