Rezenha Crítica Blade Runner 1982

Anos 80 novamente, já faz um tempinho que estou meio que … preso nesta década, não que seja ruim, pelo contrário, eu amo esta época. Hoje vou escrever sobre Blade Runner, um filme injustiçado, pela crítica popular oitentista e por mim, que até então não havia assistido-o, mas 34 anos depois tornou-se uma obra muito cultuada e cá estou, e vou relatar a quem ainda não assistiu como foi esta caça frenética de androides. Mas não se engane, não é um filme genérico explosivo de ação dos anos 80. Confira a Rezenha Crítica Blade Runner.

Continuar lendo

Anúncios

Rezenha Crítica A Mosca 1986 de Cronenberg

Capa A Mosca 1986

Anos 80, quando o horror era o terror, e o terror era o horror. Quando os diretores ainda destacavam-se pelos efeitos práticos e não especiais. A magia do cinema encantava ou horrorizava. Neste clássico, a ordem era horrorizar e depois encantar. Um filme que havia assistido em minha longínqua infância, confira a rezenha crítica de A Mosca, do mestre Cronenberg.

Continuar lendo

Rezenha Crítica Mártires 2008

Poster Martires 2008

Mais um daqueles filmes que a gente descobre por acaso, 8 anos depois do seu lançamento. E da mesma forma como conheci o terror REC, fiquei sabendo de sua existência por causa de um remake que Hollywood vai fazer (Que novidade!) dele, e não vale a pena nem querer procurar e assistir o remake com essa obra prima do medo e horror que criaram, um Monstro do Gore que vai lhe deixar pilhadaço e ensandecido.

Continuar lendo

Rezenha Crítica A Montanha Sagrada 1973 de Alejandro Jodorowsky

Poster A Montanha Sagrada 1973

Encontrei esta película pesquisando sobre os filmes mais loucos já lançados pelo cinema. Então imaginem só,  do mesmo diretor tinham mais dois além da Montanha Sagrada, e este que vos brindar com uma rezenha, em todas as listas que encontrei, ocupou o cativo primeiro lugar. Pode ter certeza, que se você faz alguma graduação de humanas , não pode deixar de assistir.

Continuar lendo

Deadpool causando raiva e fazendo muita gente tendo que “Engolir”

Critica Deadpool

Sou um daqueles caras que não perde tempo indo ver filme de super herói no cinema. Sempre a mesma coisa, e de fato já está saturado a cada uma semana um lançamento de uma versão diferente de história do mesmo personagem dos quadrinhos em 3D consumindo nossa suada grana. Somando a isso, as poucas vezes que fui, não foram das melhores experiências (Vide este post do BATMAN – O Cavaleiro das Trevas Ressurge). Mas por quê Deadpool? O Marketing em cima? O falatório da geração moranguinho de pipi duro?  Não, nada disso, simplesmente como Wade Fucking Wilson, toquei o “Foda-se” e fui assistir o filme já com outra ótica e não a de “mais um filme de super herói”.

Continuar lendo