Deadpool causando raiva e fazendo muita gente tendo que “Engolir”

Critica Deadpool

Sou um daqueles caras que não perde tempo indo ver filme de super herói no cinema. Sempre a mesma coisa, e de fato já está saturado a cada uma semana um lançamento de uma versão diferente de história do mesmo personagem dos quadrinhos em 3D consumindo nossa suada grana. Somando a isso, as poucas vezes que fui, não foram das melhores experiências (Vide este post do BATMAN – O Cavaleiro das Trevas Ressurge). Mas por quê Deadpool? O Marketing em cima? O falatório da geração moranguinho de pipi duro?  Não, nada disso, simplesmente como Wade Fucking Wilson, toquei o “Foda-se” e fui assistir o filme já com outra ótica e não a de “mais um filme de super herói”.

Já na introdução você já saca a parada toda, onde ao invés de aparecer os principais nomes dos atores, diretores e roteiristas, é ali que tá a “sacada”, uma indireta muito direta às pessoas que não conseguem captar que todos os filmes sejam eles da Marvel ou DC caíram no ostracismo e mesmisse absoluta, fazendo os descerebrados ficarem satisfeitos com o que vêem, achando que assistiram e fizeram parte de algo grandioso/mítico e que depois de dez anos será inesquecível como se a nova geração irá idolatrar e achando-se no direito de auto intitular-se fãs número 1 daquele super herói fulano ou ciclano só porquê perdeu meia hora no wikipédia lendo referências (Que podem ser editadas): – Um filme que contém uma mocinha indefesa, um vilão fraco com sotaque inglês, uma história genérica, um cara fodão que vence todos, uma adolescente chata, um diretor que se acha a “última bolacha do pacote” e o roteirista, este sim merece os méritos.

Isso é descrito na introdução, mas não é apenas uma piada que faz a maioria rir espontaneamente, é uma dura crítica a esta produção em série e receita de bolo dos filmes de super herói que vendem e lucram milhões. E o engraçado são os críticos “entendidos do assunto”, usando estes pontos como argumento para denegrir o filme, sendo que porra!? O próprio filme já solta isso nos primeiros cinco minutos , ou seja é meio desnecessário usar isso como forma de crítica e chega até ser contraditório visto que algumas pessoas “especialistas” já elogiaram verdadeiras bombas das HQ’s sendo que é a mesma receita de bolo que o roteirista tenta fazer você telespectador captar. E não se engane com futuras produções como por exemplo, Esquadrão Suicida, assim como Os Vingadores: Era de Ultron, o filme todo já foi divulgado, sim nos Spoilers Trailers que a cada dia sai. Se assitir desde o primeiro trailer, o filme com seus melhores momentos ali estão.

E o roteirista merece ser citado, na verdade serem, pois são dois os que assinaram o roteiro: Rhett Reese (Zumbilândia)  e Paul Wernick. É sabido que não deveríamos comparar uma história rica de vilões e histórias marcantes como por exemplo dos mais conhecidos Homem Aranha, Batman e Homem de Aço com o ambiente de Deadpool, querer um hiper, ultra, mega, blaster vilão com um roteiro cheio de reviravoltas digno de “A Origem”, senão estaria fugindo das HQ’s original e causando o ódio dos tradicionalistas que curtem fidelidade ao que está escrito e desenhado. E neste cenário estes dois caras conseguiram tirar “leite de pedra”, além de saírem da comoda receita de bolo e reinventarem algo que parecia “Retilíneo, homogêneo e polisaturado”. Não com uma história complexa que faça a acadêmia beijar os pés deles e nem com um vilão inventado que fosse amedrontador e inesquecível, mas a dinâmica do filme e todo o seu sarcasmo e ironia com uma sociedade cada vez mais descerebrada transformou esta película em um marco zero para a categoria.

O filme contém cenas de ação com efeitos especiais muito bem realizados e planejados, violência gratuita (Com eu amo isso), litros de sangue, humor negro, uma nostálgica trilha sonora (Wham! – Careless Whisper), várias referências nerds da cultura pop, muita zoeira com a Fox, Marvel, DC e muita, mas muiiiiiita putaria (Que delícia cara!). O ponto negativo do filme foi ter ido com minha namorada, pois surgiram umas ideias estranhas do que fazer para comemorar o Dia Internacional da Mulher.

Como o próprio Wade Fucking Wilson se auto intitula, ele não é um super herói e sim uma espécie de anti herói, mercenário e justiceiro. Talvez isso tenha me atraído a ir “perder meu tempo” assistir ao filme, afinal não gosto de filmes do gênero, mas como Deadpool destoa, eu gostei demais.

Critica Deadpool

Anúncios

7 comentários sobre “Deadpool causando raiva e fazendo muita gente tendo que “Engolir”

  1. Pingback: Rezenha Crítica Logan 2017 | Rezenhando

  2. Pingback: Rezenha Crítica Esquadrão Suicida 2016 | Rezenhando

  3. É esse tipo de reZEnha sua que você expõe sua opinião com tanta intensidade que deixa tudo mais interessante! Amei! O dia que as pessoas entenderem que DeadPool não é um filme de super heróis e dessa forma não pode ser comparado à nenhum filme dessa classe, as críticas ao filme cessarão. Engraçado como outros filmes de humor crítico como por exemplo todo mundo em pânico já foi aclamado pela sociedade e deadpool que segue o mesmo estilo de humor, satirizando situações vem causando a arrogância de muitos em admitir que soltaram boas risadas no filme. Assisti, e reassistiria. Acho que tudo o que me faz rir sempre será bem vindo na minha vida. Parabéns pelo seu empenho nas reZEnhas.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s