O que aconteceu com o time do Paulistano?

Semana retrasada o meu “Curintia” ganhou o seu 28º título paulista, aumentando ainda mais a margem diante dos seus principais adversários históricos, entretanto uma antiga curiosidade foi sanada meio que sem querer. Sempre tive a curiosidade em saber quem era o 5º maior campeão paulista fora Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo (porque sempre esquecia de pesquisar sobre na verdade), e eis que surgiu um tal de Paulistano na tabela dos maiores campeões na TV no momento que estava assistindo.

O Club Athletico Paulistano é um clube poliesportivo brasileiro sediado na grande São Paulo, fundado em 29 de dezembro de 1900, suas cores predominantes são vermelha e branca (famoso alvirrubro). Sua sede encontra-se no Jardim América, próximo à Rua Estados Unidos.

Atualmente o departamento de futebol não existe mais, na verdade isso já faz muito tempo, desde o longínquo 1929, simplesmente o fecharam!!!

Acho que seus gestores eram visionários, porquê devem ter adivinhado que em um futuro próximo os times ditos pequenos ficariam muito aquém dos ditos grandes, e por consequência muitos faliriam ou vão (vide casos como Portuguesa e Guarani).

Atualmente o clube Paulistano ostenta apenas sócios ricassos, onde pasmem, nem Ronaldo Fenômeno foi aceito como sócio!!!

O Club Athletico Paulistano conta com times de diversas modalidades esportivas amadoras, possuindo a única quadra no Brasil de pelota basca e gerou a Sociedade Harmonia de Tênis. É até hoje um dos clubes mais exclusivos do Brasil e se destaca nacionalmente em atividades como esgrima e pólo aquático. Existem muitas outas modalidades que você pode conferir no site oficial (clique aqui).

Só que isso são detalhes, o mais curioso é o que vou abordar, a área futebolística, mesmo tendo sido extinta em 1929.

Até final dos anos 90 os estaduais tinham um valor inestimável (hoje são descartáveis, apesar que se fizerem uma tabela decente que force menos os times das capitais daria para continuar disputando tranquilamente), imagine por volta dos anos 20 onde nem campeonato brasileiro existia? A rivalidade estadual imperava, e até hoje o Paulistano é o único clube que conquistou 4 títulos paulistas seguidos nos anos de 1916, 1917, 1918 e 1919.  Fora estes, o clube conquistou ainda mais sete num curto intervalo de tempo (que até hoje em dia é difícil este feito), ou seja, um total de 11 títulos paulistas (existem outros amadores que podem ser consultados aqui (clique aqui)).

História e Curiosidades do Club Athletico Paulistano (garimpadas no site oficial e Wikipedia)

No fim de dezembro de 1900, na rua São Bento, nº5, houve a reunião que selou definitivamente a fundação daquele que seria o maior time do país no seu tempo. Como um dos fundadores da Liga Paulista, o Paulistano disputou todos os campeonatos por ela promovidos até 1912.

Em 1913 ocorreu a primeira cisão das ligas do estado, e o Paulistano liderava a criação da APEA (uma espécie de Federação Paulista de Futebol). Na verdade, a equipe e diretores discordavam da popularização que o esporte estava se tornando com o surgimento de clubes como Corinthians (Vai Curíntia!) e Ypiranga.

Em 1915, houve a desapropriação do terreno do Velódromo, o Club Athletico Paulistano ficou sem a sua sede esportiva. Foi então decisiva a ação de seus sócios fundadores: Manuel Carlos Aranha, Neto e Carlito Aranha, que conseguiram evitar que o time do Paulistano não acabasse prematuramente ali.

Um novo terreno foi adquirido no Jardim América, entretanto o Paulistano não possuía local para treinar. Carlito Aranha pediu emprestado os campos do Palestra Itália (Palmeiras) e do São Bento, e graças a esta iniciativa a equipe de futebol do Paulistano pôde participar dos campeonatos e sobreviver por mais alguns anos.

Em 1917 foi inaugurado o novo campo do Paulistano, o Estádio Jardim América.

Em 1926 o futebol começava a partir para o profissionalismo e o Paulistano, fiel às raízes amadoras do esporte, foi contrário e fundou uma nova liga, a Liga dos Amadores de Futebol (LAF). A liga durou até 1929, quando o time resolveu fechar seu departamento de futebol por questões conceituais e não concordar com o que o estava por vir.

Após ser campeão do último campeonato que disputou, o Paulistão de 1929, o time do Paulistano fez sua derradeira apresentação em 15 de dezembro de 1929. Em seu pequeno campo, o Estádio Jardim América, com bom público no dia segundo relatos, o Alvirrubro jogou uma grande e memorável partida, impondo um 6×1 sobre o Antarctica Futebol Clube.

Sua última escalação foi: Nestor; Clodô e Bartô; Romeu, Rueda e Abate; Luizinho, Joãozinho, Friedenreich, Milton e Zuanella (O esquema dos caras era um 3-3-4, outros tempos ksksksks).

Foi uma digna e grandiosa despedida para o Gigante no esporte bretão, que legaria com herança ao mundo, em seu lugar, outro grande time, o São Paulo Futebol Clube.

Quando saiu dos gramados, o Paulistano era disparado o melhor time do estado. Tinha onze títulos contra sete do Corinthians e três do Palestra (Palmeiras), além de ter contado com Arthur Friedenreich, artilheiro por seis vezes do Paulistão.

Um fato memorável do clube foi a excursão da equipe de futebol à Europa em meados de 1925, graças à iniciativa do presidente do clube, Antônio Prado Júnior.

A equipe disputou dez partidas pelos países da França, Suíça e Portugal, perdeu apenas uma das dez, e logo após o término da primeira, vencida com o placar de 7 a 2 sobre o selecionado francês, os brasileiros foram denominados pela imprensa francesa como os “Les Rois du football”. Algumas das bolas utilizadas na Europa estão na sala de troféus do clube, além de muitos documentos textuais e iconográficos que permitem conhecer com mais profundidade a riqueza de tal feito futebolístico.

E aí gostaram de conhecer este grandioso clube do nosso esporte bretão?

Fiquei ainda mais surpreso em descobrir que faz parte das entranhas históricas do São Paulo. Muito legal ler estas curiosidades sobre um gigante da época que preferiu abandonar o futebol por questões conceituais sobre o que acreditava ser o melhor para si e fiel as raízes abandonou o futebol, apesar dos apesares hoje é um hiper clube poliesportivo com uma infra estrutura invejável.

Que pena, seria muito bacana para o futebol se usassem o dinheiro de forma racional para voltar com o Paulistano para o futebol e seguirem um modelo de trabalho como por exemplo da Chapecoense. Já pensou?

Confiram outras “rezenhas” postadas no Blog em: https://rezenhando.wordpress.com/category/rezenhas/

Siga-nos no WordPress – https://rezenhando.wordpress.com/

Siga-nos no Twitter – https://twitter.com/Birovisky

Curta no Facebook – https://www.facebook.com/rezenhandoaculturapopaz/

Inscreva-se no Youtube – https://www.youtube.com/channel/UCCfmjZm3KuEE-XsNhfBnqvQ

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s