Nunca engravide com o Método de Ovulação Billings

Coisas que se descobre apenas no curso de noivos mas que poderia muito bem ser mais difundido para todos, seja por televisão, internet ou qualquer que outro meio de informação. Cientificamente reconhecido pela Organização Mundial de Saúde e divulgada pela Igreja Católica (maior interessada) desde a década de sessenta um dos únicos métodos naturais que adia ou contribui com a gravidez (varia do que o casal deseja) sem a necessidade de nenhum produto sintético (hormônios para engravidar, diad, anti concepcionais ou a camisinha). Se você ficou curioso confira como surgiu e qual o passo a passo para utilizar este método. Minha parte estou fazendo em divulgar sem ter o rabo preso com religião alguma, mesmo porque não ganho nada com isso e este tipo de conteúdo vai de encontro com a intenção do Blog, informar com qualidade e agregar conhecimento para quem lê.

Serei o mais próximo possível utilizando a linguagem coloquial, ou seja, de modo direto sem firulas, sendo gente como a gente, para o melhor entendimento de todos.

Como funciona o Método de Ovulação Billings

Toda “pepeka”/vagina possui um muco (gosminha)que pode ser observado logo na entrada. Este muco indica as alterações hormonais que acontecem no corpo da mulher, sinalizando a menstruação e também os dias férteis e inférteis, sendo útil para quem deseja ou não engravidar.

Como ocorre o ciclo menstrual

O ciclo menstrual começa com o primeiro dia da menstruação. Logo após a menstruação a cérvix, que é uma região entre a vagina e o útero, é fechada por um tampão mucoso espesso que serve para proteger o útero de infecções e impedir a entrada de espermatozoides no útero enquanto os óvulos não estiverem maduros e prontos para serem fecundados.

Este muco espesso permanece na cérvix por alguns dias e durante este período a mulher sente-se seca. O número de dias em que esta secura vaginal ficará presente irá determinar o tamanho do seu ciclo menstrual, por isso algumas mulheres tem ciclos maiores, outras menores. Enquanto este muco estiver presente a mulher vai se sentir seca na região.

Ao contrário do período infértil, a mulher estará a “ponto de pavala” quando sentir-se mais molhada na região da vulva, que é a parte externa da vagina, além disso, o muco (ou gosminha) se torna mais fino e claro, o que representa o ápice da fertilidade e se neste dia, ou se nos próximos 3 dias, houver “a finalização com sucesso” do ato sexual, o óvulo será fecundado e a mulher ficará grávida, mas se isso não acontecer, haverá uma outra descarga hormonal e em poucos dias, cerca de duas semanas depois, a mulher ficará menstruada e um novo ciclo será iniciado.

Como usar o Método de Ovulação Billings para evitar a gravidez

Para usar este método deve-se anotar diariamente como está seu muco cervical observando a secreção presente na entrada da vagina. Você deve observar como está a sua secreção vaginal sempre que usar o papel higiênico após urinar ou defecar e no final do dia anotar (isso mesmo, cada caso é um caso, se conheça) para que depois de um mês você tenha noção de todo o seu ciclo.

Para usar este método para evitar a gravidez é recomendado:

  • Ter relações sexuais em dias alternados durante os dias em que a mulher sente que sua vulva está seca, o que geralmente acontece nos dias finais da menstruação e nos primeiros dias após a menstruação;
  • Ter relações durante a menstruação porque neste período, normalmente, não há risco de engravidar;
  • Não ter relações quando se sentir muito molhada e até 4 dias após o início da sensação molhada.

Não é recomendado ter contato íntimo sem camisinha quando sentir que a vulva estiver naturalmente molhada ou escorregadia ao longo do dia porque estes sinais indicam o período fértil e há grandes chances de gravidez. Assim, durante este período é recomendada a abstinência sexual ou usar camisinha para evitar a gravidez.

O Método de Ovulação Billings é seguro?

Este método de controle do ciclo menstrual é seguro, tem bases científicas e é recomendado pela Organização Mundial da Saúde, e quando realizado corretamente protege contra a gravidez indesejada em até 99%.

Vantagens de usar o Método de Ovulação Billings

As vantagens de usar somente este método para engravidar ou não engravidar consiste em:

  • Não precisar usar medicamentos hormonais que possuem efeitos colaterais desagradáveis como dor de cabeça, inchaço e varizes;
  • Maior controle sobre as alterações de seu corpo por estar atenta diariamente ao que acontece em sua região íntima;
  • Segurança em ter relações nos dias certos para não correr o risco de engravidar.

Como surgiu o Método de Ovulação Billings

Foi criado por um médico extremamente religioso chamado Doutor John Billings que resolveu dedicar-se ao estudo com o objetivo de encontrar informações que indicassem a possibilidade da mulher identificar com a maior precisão possível os dias férteis de seu ciclo ovulatório.

Com a colaboração de centenas de mulheres, pode ser estabelecido um padrão típico de muco. Tanto a sensação que esse tipo de muco provoca como sua aparência são meios para que a mulher possa reconhecer sua fertilidade.

O método foi aplicado em um estudo da OMS (Organização Mundial de Saúde) e definido como um método de planejamento natural da família.

Trabalhou em conjunto com os médicos James Brown, médico endocrinologista e Evelyn Billings (se casaram e tiveram nove filhos, provavelmente não utilizaram o método por um tempo, ou melhor, utilizaram e tiveram os nove filhos exatamente quando queriam ksksksks).

Resumindo, como adiar ou adiantar a gravidez

Para adiar a gravidez
  • Regra 1 – no período menstrual o casal deverá evitar as relações sexuais nos dias de fluxo forte. Isso assegura que os sinais da ovulação não serão obscurecidos pelo sangramento, caso apresente um ciclo curto ou ovulação após um ciclo com sangramento intermediário.
  • Regra 2 – após identificar o PBI, o casal poderá manter relações sexuais em noites alternadas, para que a mulher possa se observar com tranquilidade e não se confundir, com as secreções resultantes da relação.
  • Regra 3 – abster-se da relação sexual a qualquer mudança do PBI (fluxo ou sangramento, caso não seja reconhecido o Ápice ao retornar ao PBI esperar 3 dias e reiniciar com a Regra 2, até identificar nova mudança.
  • Regra do Ápice – a partir do quarto dia após o Ápice, as relações sexuais estão liberadas, a qualquer hora, até a véspera da próxima menstruação.
Para engravidar
  • Regra 1 – no período menstrual o casal deverá evitar as relações sexuais nos dias de fluxo forte. Isso assegura que os sinais da ovulação não serão obscurecidos pelo sangramento, caso apresente um ciclo curto ou ovulação após um ciclo com sangramento intermediário.
  • Regra 2 – após identificar o PBI, o casal poderá manter relações sexuais em noites alternadas, para que a mulher possa se observar com tranquilidade e não se confundir, com as secreções resultantes da relação.
  • Regra 3 – abster-se de relações sexuais esperando o reconhecimento da sensação escorregadia, e utilizar os dias estes dias para o ato conjugal até dois dias após o Ápice.

E então esta informação foi útil para você? Bom, estou apenas compartilhando algo curioso que aprendi há algum tempo no curso de noivos e achei deveras curioso poder estar contribuindo com a divulgação deste conteúdo. Se alguém ler e puder comentar a eficácia ficaria imensamente grato, afinal o seu comentário é a alma do Blog. NUNCA é uma palavra muito forte, mas neste caso com várias pesquisas públicas e facilmente encontradas na Internet (reconhecidas pela OMS) a eficácia é de 99%.

Siga-nos no WordPress – https://rezenhando.wordpress.com/
Siga-nos no Twitter – https://twitter.com/Birovisky
Curta no Facebook – https://www.facebook.com/rezenhandoaculturapopaz/
Inscreva-se no Youtube – https://www.youtube.com/channel/UCCfmjZm3KuEE-XsNhfBnqvQ

Anúncios

6 comentários sobre “Nunca engravide com o Método de Ovulação Billings

  1. Olá Felipe dei uma olhada nos números desse método vi que não é tão precisos, a própria camisinha tem 2% de chance de engravidar quando é bem utilizada, e 15% de chance quando usa de maneira mais intuitiva sem instrução. Bom peguei alguns estudos em 80 tem resultados de até 0-6% com uso perfeito do método, e o comum de 1~22%, que avalia quando método não é utilizado corretamente, quando há falha do próprio método e quando ele é mal ensinado estão dentro das causas desses 22%, já em estudos mais recente de 2000 onde contém esse erro de menos de 1% é de um amostra em que foi realizada na China, com grande amostra, mas o próprio estudo conclui com 0-2,9% a probabilidade de engravidar com uso perfeito da técnica. Um último estudo de 99 que achei mais interessante, por dados mais detalhados da amostragem, como porcentagem das mulheres que tinha um ciclos desregulados, ciclos longos e que tomam contraceptivos de maneiras descontínua, com uso perfeito fica em 1,5% e vai até 4,5% em uso comum permitindo alguns erros, porém esse último tem precisão até maior que o Billings, sendo que é baseado no próprio Billings, tem o nome de CrMS.
    É um ótimo método mesmo se seguir ele com perfeição, mas depende de um bom estudo mesmo sobre método e da mulher sobre si mesma.
    Uma desvantagem mais para mulher que eu acho bom citar, é que o desejo sexual é bem maior nos picos de fertilidade haha, triste mas fazer o que no final biologicamente fomos todos feitos para se reproduzir, acho que isso é um dos fatores que complicam quando se usa exclusivamente esse método para controle de natalidade, o uso de camisinha nos dias de fertilidade pode ser uma boa opção, porém não achei, e creio que não há estudos do uso combinado pelo conceito do Billings ser de cunho cristão e uso de camisinha junto meio que tira o interesse.
    Não colei os links aqui, nem sei se pode, mas se quiser mando da onde tirei alguns só da pra acessar os dados, outros tem acesso ao estudo inteiro, mas tirei basicamente do google acadêmico, do site oficial do Billings e CrMS.
    Abraços Felipe

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s